CHANCE: Publicado edital do concurso TJ/RO cartório com salário inicial de R$ 11 mil

Ao todo, serão oferecidas 13 vagas para ingresso e outras 6 para remoção, com remuneração inicial de R$ 11.188,24.

CHANCE: Publicado edital do concurso TJ/RO cartório com salário inicial de R$ 11 mil

Foto: Divulgação

 

TUDO RONDÔNIA - Foi publicado no Diário de Justiça do Estado de Rondônia o edital de reabertura para o concurso público para o Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia para a Outorga de Delegação de Serviços de Notas e Registros (Concurso TJ RO Cartório). Ao todo, serão oferecidas 13 vagas para ingresso e outras 6 para remoção, com remuneração inicial de R$ 11.188,24.

 
As inscrições para o concurso foram reabertas no dia 30 de setembro e vão até o dia 13 de novembro. A taxa de inscrição é de R$ 450,00. Para concorrer, o candidato precisa ser brasileiro, possuir bacharelado em Direito, ou comprovação de 10 anos de exercício em serviço de notas ou de registros até a data da publicação no Diário Oficial.
 
As datas provas objetivas para serão divulgadas em edital próprio até a data de 30 de novembro de 2020. Até essa data, os candidatos serão considerados aptos ou não. Em caso de indeferimento, não haverá devolução da taxa de inscrição.
 
 Cargos e Vagas
 
O concurso destina-se a candidatos interessados a receber a outorga de delegação de serviços de notas e de registros. As vagas foram assim divididas
 

Opção de Provimento

Número de Vagas Amplas

Número de vagas para PcD

Por ingresso

12

1

Por remoção

5

1

 

As vagas serão para as seguintes comarcas, conforme as regras descritas no edital:
 
Porto Velho
 
São Francisco do Guaporé
 
Costa Marques
 
Ji-Paraná
 
Cacoal
 
Alta Floresta D’Oeste
 
Alvorada do Oeste
 
Jaru
 
Guajará-Mirim
 
Ariquemes
 
Vilhena
 
Pimenta Bueno
 
Machadinho D’Oeste
 
São Miguel do Guaporé
 
Espigão do Oeste
 
Remuneração
 
De acordo com o edital, os serventuários extrajudiciais receberão valores para as serventias extrajudiciais que prestam serviços do registro civil das pessoas naturais, para as quais fica estabelecido o valor da renda mínima em R$ 11.188,24.
 
Inscrições
 
Os candidatos interessados em participar do certame terão de desembolsar uma taxa de R$ 450,00. As inscrições serão pelo site do TJ RO (www.cartorio. tjro2020.ieses.org), entre os dias 30 de setembro e 12 de novembro de 2020.
 
São condições para a inscrição:
 
Ter nacionalidade brasileira;
 
Encontrar-se no pleno gozo de seus direitos civis e políticos;
 
Estar quite com as obrigações militares e eleitorais;
 
Conhecer e estar de acordo com as exigências do presente edital.
 
 Requisitos
 
São pré-requisitos necessários para se inscreverem nesse concurso:
 
Candidatos que tenham concluído o curso superior de graduação em Direito; ou candidatos que tenham exercido por 10 anos completos função em serviço de notas ou registro.
 
A comprovação do exercício de função será efetuada por certidão comprobatória do exercício firmada pela autoridade judiciária competente do respectivo Estado.
 
Para concorrer a vaga para remoção, poderão se inscrever os titulares de serventias extrajudiciais, independentemente da entrância, que já detenham a delegação por mais de dois anos, que sejam do estado de Rondônia.
 
É vedada a participação para provimento por remoção, de serventuários de serventias extrajudiciais que tenham sofrido condenação em processo administrativo, nos 3 anos anteriores
 
Etapas
 
Prova Objetiva
 
Prova Discursiva (Escrita e Prática)
 
Prova Oral
 
Prova de Títulos
 
Prova Objetiva
 
A prova objetiva de seleção será realizada em data definida por edital, com pelo menos 30 dias de antecedência à realização desta e terá duração de 4 horas.
 
Candidatos que tenham exercido por 10 anos completos função em serviço de notas ou de registro
 
A prova objetiva de seleção terá 100 questões, com 4 (quatro) alternativas de resposta cada. Confira abaixo as disciplinas.
 
Direito Notarial e Registral – 45 (quarenta e cinco) questões;
 
Direito Civil, Direito Comercial e Direito Processual Civil – 25 (vinte e cinco) questões;
 
Direito Constitucional, Direito Administrativo e Direito Tributário – 15 (quinze) questões
 
Direito Penal e Direito Processual Penal – 5 (cinco) questões
 
Direito Judiciário de Rondônia – 5 (cinco) questões
 
Conhecimentos Gerais – 5 (cinco) questões.
 
Prova Discursiva (Escrita e Prática)
 
A prova discursiva – escrita e prática constará de 4 questões teóricas, 1 questão prática e 1 dissertação, sendo que cada uma das questões teóricas deverá ser respondida sob forma de dissertação, com no mínimo 10 e no máximo 15 linhas
 
Já a questão prática deverá ser respondida com no mínimo 20 linhas e no máximo 60 linhas, sendo atribuída nota zero à questão, se a resposta não atender ao limite mínimo e, sendo desconsiderado o que ultrapassar o limite máximo. A dissertação deverá ser respondida com no mínimo 20 linhas e no máximo 30 linhas.
 
A questão teórica consistirá em questionamento sobre um ou mais pontos, de uma ou mais matérias pertinentes a esta prova, podendo envolver a aplicação da legislação.
 
A questão prática consistirá na elaboração de escritura, ata, edital, registro, instrumento, certidão ou quaisquer outros documentos relativos a atos próprios da atividade notarial ou de registro ou solução de caso/problema a respeito de tais atividades.
 
A dissertação consistirá em resposta a questionamento sobre de uma ou mais matérias pertinentes a esta prova, podendo envolver a aplicação da legislação e/ou resolução de casos práticos ou situação problema.
 
 
Prova Oral
 
A Prova Oral constará de arguição do candidato, perante Comissão Examinadora composta por 3 membros, sobre matérias e programas indicados no Edital, cujo ponto de arguição será objeto de sorteio para cada candidato.
 
As matérias objeto de avaliação pela(s) Comissão(ões) Examinadora(s) são as seguintes:
 
Direito Notarial e Registral;
 
Direito Civil, Direito Comercial/Empresarial e Direito Processual Civil;
 
Direito Constitucional, Direito Administrativo e Direito Tributário.
 
Prova de Títulos
 
Os candidatos convocados à Prova Oral serão convocados a fazer a entrega dos documentos pertinentes à Prova de Títulos, os quais deverão ser entregues, pessoalmente pelo candidato, no momento em que for efetuada sua identificação por ocasião da prova oral.
 
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS