BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

MÚSICA ERUDITA: População poderá assistir espetáculo lírico neste domingo na Catedral de Porto Velho

O evento ocorrerá logos após a missa da manhã. Devido ao espaço reduzido, o show será transmitido também pelo Facebook da Catedral

Rondoniaovivo - @emiliajornalista

19 de Dezembro de 2020 às 07:53

Atualizada em : 20 de Dezembro de 2020 às 09:25

Foto: Divulgação

A Catedral de Porto velho, na região central da cidade, será palco neste domingo,20, do espetáculo “Manhã Lírica”, com os músicos eruditos  Marcos Grutzmacher (Tenor),  Gabriela Harumi e Lívia Lavorenti (sopranos),  Edilson Shultz e Sílvia Freire (pianistas)  e Eduardo Barros (Violinista).
 
 
O show iniciará às 9 horas, logo após o encerramento da missa dominical. Devido ao espaço reduzido da catedral, o evento será transmitido também pelo Facebook da paróquia.
 
 
Com duração máxima de uma hora e meia, o espetáculo  está divido em duas partes, segundo o Marcos Grutzmacher, que organiza o evento junto com Gabriela Harumi. O primeiro ato será destinado às musicas italianas antigas; já o segundo  terá canções alemães,  canções natalinas, duetos e trios.
 
 
“Interpretaremos canções em português, italiano, alemão, latim e inglês”, explicou o tenor.
 
 
Esta é a segunda edição do “Manhã Lírica”. A primeira ocorreu ano passado na histórica Igreja de Santo Antônio, localizada na vila que leva o mesmo nome da capela.
 
 
Marcos Grutzmacher afirma que o objetivo do evento é, por meio do canto lírico,  chamar a atenção das pessoas para os monumentos históricos de Porto Velho.
 
 
Mas não apenas isso, o grupo quer levar música erudita à população da cidade. “Aqui em Porto Velho é raro vermos eventos de canto lírico e esta é uma oportunidade que encontramos para mostrar as pessoas esse tipo de repertório”, destaca.
 
 
Doação - alimentos
 
 
Os organizadores do espetáculo pedem a quem for assistir para levar um quilo de alimento não perecível para que a Catedral doe  as pessoas carentes de recursos financeiros.  
 
 
Conheça os integrantes do Manhã Lirica
 
 
MARCOS GRUTZMACHER (TENOR)

 

Tenor rondoniense, Professor da Universidade Federal de Alagoas, Mestre em Linguística e bacharel em Fonoaudiologia. Iniciou seus estudos de canto erudito com a soprano Wilka Sol Sol entre 2004 – 2014 e com Fátima de Brito e 2015 – 2016. Como cantor, atuou em vários grupos vocais eruditos e populares em Porto Velho e em Maceió, tais como: Musiarte, Erodictus, Prisma, dentre outros.

 

Foi solista no espetáculo musical Splish-Splash em Maceió-AL. Apresentou-se em recitais da Escola Técnica de Artes da Universidade Federal de Alagoas, com repertório de árias italianas antigas e canções do repertório erudito brasileiro.

 

Atualmente desenvolve o projeto "Manhã Lírica", que tem por objetivo voltar a atenção da população local de Porto Velho para os espaços históricos, aliado à filantropia. Como preparador vocal e professor de canto, iniciou sua atuação em 2008 preparando o espetáculo "Teu resto é meu coração", da companhia de teatro "Peripécias", da Universidade Federal de Rondônia.

 

 

A partir disso, orientou diversos espetáculos teatrais e musicais, como: Adélia, Cabaret, uma paródia do amor romântico, Já passam das oito, Splish-Splash, Tabule, Mulheres do Aluá, Álbum de família, dentre outros.

 

Também foi professor de canto na Escola de Música Villa Lobos em Porto Velho. Fez cursos de fisiologia com a fonoaudióloga Silvia Pinho e cursos de Belting Contemporâneo com o Maestro Marconi Araújo e Beto Sorolli.

 

Atualmente é discente no curso técnico de canto erudito da Escola Técnica de Artes da UFAL, sob a orientação da soprano Claudiana Melo e preparador vocal do Coro do Sertão em Alagoas.

 

GABRIELA HARUMI (SOPRANO)

 

Iniciou seus estudos com aulas de técnica vocal no ano de 2008, participou do curso “A fisiologia como base da técnica cantada” realizado pela fonoaudióloga Sílvia Pinho no ano de 2014.

 

 

Em 2019 participou da produção do recital “Vozes do Museu”, organizado em parceria com o Tenor Marcos Grutzmacher. É cocriadora do Projeto Manhã Lírica, atualmente faz aulas de técnica vocal com enfoque no canto lírico com a soprano Lívia Lavorente.

 

LÍVIA LAVORENTE (SOPRANO)

 

Formada em Piano Erudito pela Escola de Ensino Artístico Sol Maior (Porto Velho) em 1996, em Música pela UnB (Universidade de Brasília) em 2002, em Canto Lírico pela Escola de Música de Brasília em 2006. Atuou como soprano solista nas óperas “The Medium”, de G.C. Menotti, “Alcina” de G.F. Handel e na Cantata Cênica “Carmina Burana”, de Carl Orff.

 

Atuou também como cantora do Coral da Universidade de Brasília e do Coro Lírico do Teatro Nacional Cláudio Santoro, também em Brasília, participando de diversas cantatas, sinfonias e óperas. Por nove anos foi assistente da maestrina Glicínia Mendes no Coral do Senado Federal, onde se apresentou também como soprano solista em festivais e encontros nacionais e internacionais de coros.

 

 

Desde 2001 é professora na Escola de Música de Brasília, onde leciona Piano Erudito e Piano Suplementar para Cantores Líricos, sendo integrante do Madrigal de Brasília (coro formado por profissionais da voz), regido pelo maestro Éder Camuzis.

 

Atualmente, também leciona piano e canto na Escola de Música Sol Maior, além de reger o Coral desta Escola. Por motivos pessoais e familiares licenciou-se da Escola de Música de Brasília, e estará em Porto Velho, por alguns anos, dando sua contribuição ao desenvolvimento musical de nossa cidade, lecionando piano e canto na Escola de Música Sol Maior, além de reger o Coral desta Escola.

 

EDILSON SCHULTZ (PIANISTA)

 

 

Mestre em Música (UFBA), Especialista em Artes e Educação Física (UFRGS); Bacharel em Música - Piano (EMES). Já atuou como preparador musical, pianista em diversos grupos musicais, corais e solistas no Brasil e exterior. Atualmente é professor do curso de Licenciatura em Música da Universidade Federal de Rondônia (UNIR).

 

EDUARDO BARROS (VIOLINISTA)

 

 

Eduardo Barros iniciou seus estudos de violino em 2015 na antiga Casa cultural Thomas Jefferson, atualmente escola de música Villa Lobos. Desde então, já participo de vários grupos musicais e apresentações diversas. Atualmente toca em casamentos e atua como artista de rua, levando música para os espaços públicos.

 

SÍLVIA FREIRE (PIANISTA)

 

Sílvia Freire de Carvalho é paulista, tendo vindo para Porto Velho em 1985. Formada em Piano pelo Instituto Musical Santa Cecília de Fernandópolis – SP, é graduada em Pedagogia e pós-graduada em Psicopedagogia.

 

 

Foi Professora e coordenadora Pedagógica da Escola de Música Jorge Andrade, de 1987 a 1996. É fundadora e diretora Pedagógica da Escola de Música Sol Maior, em Porto Velho, desde abril de 1986. Atua como professora de piano e disciplinas complementares, além de trabalhar na formação e profissionalização de alunos.

 

Organiza e realiza, junto ao corpo docente da Escola de Música Sol Maior, diversos recitais com alunos, professores e convidados e tem participado, como pianista, de vários recitais em Porto Velho.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS