MEDIDAS ESSENCIAIS: Portugal irá suspender estado de emergência na sexta (30)

As regras que podem ser decretadas, no entanto, são mais limitadas e precisam ser justificadas

MEDIDAS ESSENCIAIS: Portugal irá suspender estado de emergência na sexta (30)

Foto: Divulgação

 

Termina nesta sexta-feira (30) o estado de emergência decretado em Portugal no maior nível de alerta, em meio a uma queda brusca do número de infecções.
 
 
O presidente Marcelo Rebelo de Sousa divulgou os preparativos para afrouxar o rígido lockdown imposto há mais de três meses. Tanto é que Portugal fará a transição para o estado de “calamidade”, que permite que o governo imponha algumas medidas para reduzir o risco de contágio. As regras que podem ser decretadas, no entanto, são mais limitadas e precisam ser justificadas.
 
 
Declarado em meados de janeiro para combater o que era então a pior alta do planeta em número de infecções, oestado de emergência, que vigora por mais dois dias, permitiu que o governo impusesse medidas duras para suspender direitos e liberdades da população.
 
 
Sem o estado de emergência, é necessário manter ou adotar todas as medidas essenciais para evitar retrocessos”, disse o presidente, em pronunciamento transmitido pelo rádio e a televisão nessa nesta terça-feira(27). “Se for necessário, eu não hesitarei em declarar novo estado de emergência”, acrescentou.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS