BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

VIAGEM DO PREFEITO: ‘Ele não tem consideração pelo povo de Porto Velho’, diz Ramon Cujuí

O pré-candidato ainda afirmou que esse tipo de atitude é uma característica da gestão Hildon Chaves

Rondoniaovivo - João Paulo Prudêncio

07 de Agosto de 2020 às 09:51

Foto: Divulgação

Pré-candidato pelo Partido dos Trabalhadores à prefeitura de Porto Velho (RO), o professor e advogado Ramon Cujuí, se manifestou sobre o desaparecimento do prefeito Hildon Chaves de seu gabinete desde o início da semana por conta de uma suposta viagem com a família ao México.

 

De acordo com Cujuí, do ponto de vista legal ele não precisa pedir permissão caso fique menos de 15 dias fora da cidade, porém, do ponto de vista politico é um atitude irresponsável com a população de Porto Velho.

 

“A cidade passa por um momento dos mais difíceis da sua história com a pandemia, quando ele se ausenta em um momento desse mostra que ele não tem consideração nenhuma por quem votou e confiou nele”, disse Ramon Cujuí.

 

O pré-candidato ainda afirmou que esse tipo de atitude é uma característica da gestão Hildon Chaves, já que não é a primeira vez que ele viaja para outro país enquanto a cidade passa por algum tipo de crise.

 

“Ele nunca cuidou muito da cidade, quando tinha que resolver coisas pessoais, dado que ele é um empresário,  ele sempre se ausentou da cidade, e isso mostra que ele pode não ser candidato a reeleição, eu gostaria muito que ele fosse para poder fazer um enfretamento nos debates”, finalizou Ramon Cujuí.

 

Nesta sexta-feira (7) completam cinco dias que o prefeito não aparece para trabalhar em seu gabinete e nem sua assessoria sabe responder onde ele está.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS