BUSCAS: Garimpeiro procura por filha que pode estar em Porto Velho

Geraldo vive na Colômbia e está tentando reencontrar a mãe da criança, chamada Vânia

 
Consertar um erro do passado. Assim, podemos dizer que tem sido a vida do garimpeiro brasileiro Geraldo de Oliveira Guimarães, 55 anos, que atualmente mora na cidade colombiana de Caucásia. Há 37 anos, Amazoninha, como ele era conhecido, vem tentando encontrar uma filha. 
 
 
Ele fez um vídeo relatando a história e enviou para o Rondoniaovivo, na tentativa de obter alguma informação sobre o paradeiro da filha.
 
 
Geraldo relatou que em 1985 tinha 19 anos e trabalhava em uma draga no garimpo do Belmont, no rio Madeira, em Porto Velho, quando conheceu uma cozinheira de nome Vânia. Os dois se envolveram em um romance que resultou em uma gravidez. Ele não lembra o sobrenome de Vânia nem o da filha.
 
 
Naquela época, Geraldo estava trabalhando para um japonês chamado Malaquias. Um dia, Vânia foi até a draga para mostrar a filha para ele, porém, por ser achar muito novo, preferiu não ter mais contato com a mulher e a criança. Elas foram embora e nunca mais deram notícias.
 
 
“Ela morava no bairro Eldorado. Eu tenho que dizer para a Vânia é que se um dia ela ver esse vídeo, A Vânia, que me perdoe. O que eu mais quero é ver minha filha”, disse.
 
 
Quem tiver qualquer informação, pode entrar contato pelos telefones: 69 9 8115-9136 ou 99258-3544.
Direito ao esquecimento

Você acha que os escândalos do Governo Bolsonaro prejudicam a pré-candidatura à reeleição?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS