EM PORTO VELHO: Sede social do Sindeprof reabre após um ano e meio

As atividades retornaram, no sábado, com uma partida de futebol entre dois times de servidores da Semed, no campo de futebol, que estava com um ótimo gramado

EM PORTO VELHO: Sede social do Sindeprof reabre após um ano e meio

Foto: Divulgação

A sede social do Sindicato dos Servidores Municipais de Porto Velho (Sindeprof) reabriu suas portas após um ano e meio com as atividades suspensas em decorrência do decreto de pandemia estadual que limitou ou proibiu aglomerações de qualquer natureza. 
 
Com a diminuição de casos, internações, óbitos e sem pacientes na fila de espera, o Município está na Fase Amarela e autorizou a reabertura de vários espaços para lazer e entretenimento desde que sejam cumpridos os protocolos de saúde contra o COVID-19. 
 
As atividades retornaram, no sábado, com uma partida de futebol entre dois times de servidores da Semed, no campo de futebol, que estava com um ótimo gramado. Durante a pandemia, a direção do clube realizou várias reformas no local, melhorando sua estrutura física. 
 
No domingo, o clube recebeu grande número de servidores, que já estavam com saudades da famosa ´tarde domingueira´, sempre com som ao vivo de bandas de axé e forró. Todas as instalações como parque aquático, quiosques, bar, e restaurante estavam em pleno funcionamento. 
 
Segundo a presidente Ellis Regina, a volta da sede social representa um alívio para todos os filiados, que têm no clube, sua única opção de lazer aos finais de semana e ressalta o trabalho que a direção do sindicato e do clube realizaram para mantê-lo novo e em ótimas condições de uso. 
 
É sempre uma satisfação para todos nós rever amigos e reunir os servidores da família Sindeprof. Durante todo esse tempo, cuidamos bem do clube e demos uma repaginada no visual das instalações, para a melhoria, inclusive da entrada e da saída do clube, estacionamento e reforma dos quiosques, e construção de uma nova sala para o exame médico”, ressaltou. 
 
Ellis Regina ressaltou ainda sobre a questão do cumprimento dos protocolos de saúde durante a pandemia. Segundo ele, o clube continuará exigindo carteira de vacinação dos filiados e seus dependentes, sendo item fundamental para quem quer visitar o clube aos finais de semana. 
 
Ainda estamos em pandemia e a exigência é para todos. Não podemos facilitar, até porque as autoridades sanitárias exigem essa obrigação de todos nós. Não podemos deixar de cumprir os protocolos pois ele é a garantia da saúde de todos. Os servidores, por favor, não esqueçam de apresentar suas carteirinhas de filiados e suas cadernetas de vacinação anti-Covid”, finalizou.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS