BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

OPORTUNIDADES: Novo Ministro da Segurança quer mais ações da Polícia Federal e novo edital

Existem dois pedidos de concursos com 800 vagas aguardando aval do Ministério da Economia

CONCURSOS.COM

11 de Maio de 2020 às 12:39

Foto: Divulgação

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça tomou posse no último dia 29, e durante a cerimônia, no Palácio do Planalto, o novo titular da Pasta prometeu uma gestão técnica e mais operações da Polícia Federal, o que pode indicar a realização de um novo concurso PF. Pois, ao que parece Mendonça dará uma atenção especial à corporação.



A Polícia Federal é subordinada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. De acordo com a Agência Brasil, durante o discurso de posse, Mendonça assumiu o compromisso de lutar contra a corrupção e o crime organizado.



O discurso do novo ministro segue a mesma linha de priorizar a Segurança Pública adotada pelo Governo Federal e o ex-ministro Sergio Moro, que pediu demissão alegando interferências políticas. Mas, que as medidas anunciadas sejam realizadas será necessário um aumento no quadro efetivo da Polícia Federal, com contratação de novos policiais para a corporação.



Já foi solicitada pela própria PF ao Ministério da Economia, a contratação de novos servidores. Os dois pedidos de concursos com 800 vagas aguarda aval do Ministério da Economia. As oportunidades seriam para as áreas Policial (nível superior) e Administrativa (níveis médio e superior).



Um estudo sobre o déficit de pessoal na corporação já foi enviado e expectativa é que a seleção possa ser bem maior e oferte mais de 3 mil vagas.

 

 

A posse do diretor-geral da PF deveria ter acontecido nesta quarta-feira, mas acabou sendo suspensa por uma determinação do STF, que barrou a nomeação do indicado do presidente Jair Bolsonaro ao cargo, o delegado Alexandre Ramagem.



Foi publicado também no Diário Oficial, um decreto de Bolsonaro tornando a nomeação de Ramagem sem efeito. Um cronograma destinado ao concurso da Polícia Federal acabou vazando na internet no mês passado. O mesmo foi idealizado pela própria corporação e enviado ao Governo como sugestão de modelo para os próximos editais da área policial.



O documento reforça os cargos que deverão ser ofertados nas próximas seleções, são eles: escrivão, agente, delegado e papiloscopista. Mesmo não sendo mencionada, a área Administrativa da PF conta com um grande déficit de servidores e espera também espera conseguir o aval. Ainda segundo o documento, a autorização para a realização do concurso para a PF poderia ser publicado ainda este ano.

 

 

 

 

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS