CPX: Rodrigo Constantino cria fake news contra jornalista da Globo e o neto

Diante da repercussão negativa, o extremista da Jovem Pan defendeu seu ataque e sua mentira, radicalizando ainda mais

CPX: Rodrigo Constantino cria fake news contra jornalista da Globo e o neto

Foto: Divulgação

 

Comentarista da Jovem Pan, Rodrigo Constantino publicou no sábado (26) no Twitter uma foto do neto de Leilane Neubarth com um boné com a sigla CPX, acusando a jornalista de ser "uma esquerdista caviar irresponsável". E o resultado foi como um apito de cachorro, fazendo vários de seus seguidores atacarem a foto do menino nas redes sociais.
 
A apresentadora da GloboNews se revoltou. "Você é muito baixo! Eu achava que você era apenas fanático e grosseiro, mas você é podre", escreveu ela, recebendo apoio dos fãs, que criticaram duramente a atitude do bolsonarista.
 
Durante as eleições, bolsonaristas espalharam a fake news de que CPX se referia a uma facção criminosa, após Luiz Inácio Lula da Silva usar um boné com a sigla durante uma visita ao Morro do Alemão. "Lula visita 'QG do Comando Vermelho' no Alemão, RJ, e usa boné que significa 'cupinxa (parceiro) do crime'", dizia uma imagem compartilhada pelo senador Flávio Bolsonaro.
 
Na verdade, CPX é abreviatura de complexo, como são chamados os conjuntos de favelas no Rio de Janeiro. E todo morador do Rio sabe disso. A sigla também é utilizada pelo perfil oficial da Polícia Militar do Rio de Janeiro para se referir aos complexos do Rio. Consta inclusive em documentos oficiais do governo fluminense, como no resumo da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023.
 
Alimentando a fake news, Constantino, que mora em Miami, nos EUA, tentou jogar as pessoas contra a jornalista por ela ser supostamente irresponsável por compartilhar uma foto da criança utilizando o acessório, comercializado há anos pela empresa Junior Bordados.
 
Diante da repercussão negativa, o extremista da Jovem Pan defendeu seu ataque e sua mentira, radicalizando ainda mais.
 
"A esquerda insiste em fingir que a sigla representa apenas 'complexo', e não a marca usada pelos que controlam essas comunidades específicas, ou seja, o C.V. Vale tudo pra lacrar, sinalizar falsa virtude. E ainda xingam quem critica o uso da criança de 'fascista'. Triste!", escreveu.
 
Recentemente, a Jovem Pan demitiu dois jornalistas supostamente a pedido de Constantino, que pressionou a direção da empresa em vídeo publicado no YouTube.
Direito ao esquecimento

O que você irá fazer neste carnaval?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS