PRIVATIZAÇÃO: Brasil terá 59 aeroportos sob controle privado até o fim de 2022

Em 2022, ocorrem as concessões de mais 16 aeroportos, como Santos Dumont (RJ) e Congonhas (SP)

PRIVATIZAÇÃO: Brasil terá 59 aeroportos sob controle privado até o fim de 2022

Foto: Divulgação

Com o leilão de 16 aeroportos nos próximos meses, o Governo Federal deve chegar ao fim de 2022 à marca de 50 terminais aéreos concedidos para a iniciativa privada, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.
 
“O Governo Federal já leiloou 34 aeroportos. Até o fim de 2022, a previsão é fazer a concessão de mais 16 aeroportos. Ou seja, em três anos, nós teremos feito 50 leilões de aeroportos”, afirmou Tarcísio. A meta do Ministério da Infraestrutura é fechar o ano com R$ 100 bilhões contratados e chegar à marca de R$ 260 bilhões previstos em infraestrutura até 2022.
 
Desde 2019, cerca de R$ 74 bilhões já foram contratados para o incremento da logística nacional com as concessões de 34 aeroportos, cinco rodovias, seis ferrovias – entre concessões, renovações e investimento cruzado –, 29 arrendamentos portuários, além de autorizações para terminais de uso privado.
 
Os próximos passos já estão programados. Em outubro e novembro, serão realizados leilões de duas estradas federais, incluindo a nova Dutra, e nove arrendamentos portuários. Em 2022, ocorrem as concessões do Porto de Santos, da Ferrogrão e de mais 16 aeroportos, como Santos Dumont (RJ) e Congonhas (SP).
Direito ao esquecimento

Qual é a rede social que você mais acessa?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública.

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS