BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

DESPENCOU: OMT prevê até 1 bilhão a menos de turistas internacionais em 2020

"O turismo foi duramente atingido, com milhões de empregos em risco em um dos setores mais intensivos em mão-de-obra da economia”

MERCADO E EVENTOS

11 de Maio de 2020 às 14:17

Foto: Divulgação

 

MERCADO E EVENTOS - A pandemia de coronavírus (Covid-19) provocou uma queda de 22% nas chegadas internacionais de turistas no primeiro trimestre de 2020, conforme dados divulgados pela Organização Mundial do Turismo (OMT). O declínio deve se intensificar e pode chegar a quase 80% até o fim do ano, o que representaria 1,1 bilhão de turistas a menos na comparação com 2019.
 
“O mundo está enfrentando uma crise econômica e de saúde sem precedentes. O turismo foi duramente atingido, com milhões de empregos em risco em um dos setores mais intensivos em mão-de-obra da economia”, afirmou o secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili.
 
As chegadas em março caíram 57% após o início de restrições de viagens em todo mundo e o fechamento de fronteiras de diversos países. Isso se traduziu numa perda de 67 milhões de chegadas internacionais e em cerca de US$ 80 bilhões em receitas (exportações do turismo). Embora a Ásia e o Pacífico mostrem o maior impacto em termos relativos e absolutos (-33 milhões de chegadas), o impacto na Europa, embora menor em porcentagem, é bastante alto em volume (-22 milhões).
 
Previsão para 2020
 
As perspectivas para o ano foram rebaixadas diversas vezes, em função das incertezas da pandemia. Os cenários atuais apontam para possíveis quedas nas chegadas de 58% a 78% no ano. Isso depende da velocidade da contenção e da duração das restrições de viagem e do fechamento das fronteiras.
 
A OMT baseou suas projeções em três cenários, com voltas em julho, setembro e dezembro. No cenário com abertura gradual das fronteiras em julho, a estimativa é de uma queda de 58% nas chegadas internacionais. Já se a abertura iniciar em setembro, esta queda deve chegar a 70%, na comparação com 2019. Já para uma retomada em dezembro, a projeção prevê uma queda de 78%.
 
Nestes cenários, as perdas econômicas para o setor podem variar de 850 milhões e 1,1 bilhão de turistas internacionais. Financeiramente, os impactos variam de US$ 910 bilhões a US$ 1,2 trilhão, além de 100 a 120 milhões de empregos, o que confirmaria a pandemia como pior crise do setor desde o início dos registros, em 1950.

Galeria de Fotos da Notícia

DESPENCOU: OMT prevê até 1 bilhão a menos de turistas internacionais em 2020

DESPENCOU: OMT prevê até 1 bilhão a menos de turistas internacionais em 2020

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS