ROSANGELA DONADON: Deputada desmente fake news e comprova que não participou de votação do projeto do ICMS

“Vou tomar providências quanto ao caso”, disse a deputada

ROSANGELA DONADON: Deputada desmente fake news e comprova que não participou de votação do projeto do ICMS

Foto: Assessoria

Desde o início da semana circulam pelas redes sociais e até mesmo em veículos de imprensa matérias acerca da polêmica em torno do projeto de lei de autoria do Poder Executivo, aprovado pela Assembleia Legislativa, que elevou a alíquota de tributação do ICMS em Rondônia. Entre os alvos das críticas estão os deputados estaduais, colocados todos no mesmo pacote como “traidores do povo”, com a divulgação de informações e imagens de 23 dos integrantes do Legislativo Estadual como responsáveis pela aprovação da medida. A repercussão tem causado declarações e desmentidos, porém até agora apenas a deputada Rosângela Donadon (UB) comprovou que não teve participação na aprovação da matéria, por estar em viagem no dia da votação. Outro parlamentar também declarou que estava fora do país, em missão oficial.
 
A deputada apresentou provas de que não estava naquela sessão, através de documento oficial de controle de frequência dos parlamentares daquela data. A lista comprova que realmente naquele dia Rosangela e Ismael Crispin (PSB), justamente o que estava em missão oficial no exterior, não tiverem registro de presença apontado na ocasião. 
 
Reforçando sua argumentação, a deputada também apresentou um áudio com mensagem que recebeu de George André dos Santos, Diretor Assessor da Mesa Diretora, o qual explica a votação do projeto de lei, ocorrida de forma simbólica, aconteceu sem a presença de Rosangela e Crispin no plenário.
 
Rosangela justificou sua ausência, afirmando que esteve no Cone Sul ao longo de toda a semana passada, trabalhando em suas bases de apoio captando demandas dos Municípios da região, assim como organizando um grande evento que realizou no domingo 8, alusivo ao Dia da Criança, que reuniu mais de dez mil pessoas em Vilhena. “Trabalhamos muito ao longo da semana passada, e na segunda-feira ainda estava na região Sul fechando a programação que executamos, e viajei só na terça-feira. Portanto, no momento da sessão ei estava em trânsito entre Vilhena e Porto Velho”.
 
A deputada também explicou que não sabia do teor do projeto encaminhado à Assembleia, o qual tomou conhecimento apenas no dia seguinte à aprovação, quando começaram a circular as mensagens e notícias. Rosangela mostrou-se muito contrariada com a inclusão de seu nome e imagem em postagens de ódio e mentirosas, e garantiu que irá confrontas as fake news. “Minha assessoria jurídica está avaliando as medidas que serão adotadas, pois não podemos permitir que o nosso trabalho e imagem sejam afetadas tão drasticamente em virtude de falsidades e mentiras”, afirmou, acrescentando que irá participar das tratativas com o governo que devem ser adotadas pela ALE visando encontrar uma forma de reverter o projeto que causou tanta contrariedade à população.
Direito ao esquecimento
Você confia em quem mistura política com religião?
Como você classifica a gestão do prefeito Isaú Fonseca em Ji-Paraná?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Major Sports Bonus & Tenis

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS