VIOLÊNCIA: Deputado Jesuíno chamará secretário de segurança para dar explicações na ALE/RO

O parlamentar analisou e fez comparativo sobre Rondônia estar no mesmo patamar de Rio de Janeiro e São Paulo, que são grandes metrópoles e possuem criminalidade em alta

VIOLÊNCIA: Deputado Jesuíno chamará secretário de segurança para dar explicações na ALE/RO

Foto: Divulgação

 

Mais um cidadão perde a vida em decorrência da violência que cresce a cada dia no estado. Desta vez, a vítima foi o CB BM Anderson Ferreira Lima, de 40 anos, lotado no Grupamento de Busca e Salvamento.
 
O militar foi abordado por criminosos no cruzamento da Rua Jerônimo Santana com Rua Palmas, no empreendimento popular Orgulho do Madeira. Após ser anunciado o assalto, um dos indivíduos atirou várias vezes contra o militar, que foi atingido por um tiro nas costas.
 
Os assaltantes fugiram levando a arma do bombeiro. A vítima foi socorrida às pressas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Avenida Mamoré e chegou a conversar com alguns policiais militares, mas logo foi colocado no tubo de oxigênio e transferido ao Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, onde faleceu momentos depois.
 
O deputado Jesuino Boabaid lamentou profundamente o ocorrido com o militar e lembrou a morte do gerente de uma fazenda em Nova Mutum, na última semana. Para o parlamentar, o aumento da criminalidade se dá ao fraco desempenho do CEL PM Hélio Cysneiros Pachá, titular da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec).
 
Boabaid afirmou que irá ver uma data para convidar o secretário de segurança para reunião na Assembleia Legislativa (ALE/RO), pois é necessário se discutir, urgentemente, medidas que visem aumentar a segurança no estado.
 
“Não podemos aceitar essa violência que a cada dia cresce, cada dia assusta e a gente fica à mercê desses meliantes. Um Bombeiro Militar hoje, amanhã pode ser um Bombeiro Civil, um Policial Militar e assim sucessivamente, e continua”, desabafou Jesuino.
 
O parlamentar analisou e fez comparativo sobre Rondônia estar no mesmo patamar de Rio de Janeiro e São Paulo, que são grandes metrópoles e possuem criminalidade em alta.
 
Jesuino citou ser necessário gestão para gerenciar a crise da segurança pública no estado, pois marginais estão tomando conta de Porto Velho e disse que recurso financeiro não é problema para o estado, o que falta é planejamento e ações efetivas.
 
Finalizando, o deputado declarou que irá falar sobre o assunto na sessão desta terça-feira (23) e espera que tenha deputados suficientes trabalhando para que a sessão possa ser realizada, afirmando que vai tomar as medidas legais que um deputado estadual deve tomar.
Direito ao esquecimento

Você assiste programa eleitoral na televisão?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS