APOIO AOS MUNICÍPIOS: Léo Moraes faz maratona pelo interior para entrega de máquinas e equipamentos

Deputado permaneceu a semana toda em Rondônia onde percorreu cerca de dez municípios, entregou equipamentos e concedeu várias entrevistas

APOIO AOS MUNICÍPIOS: Léo Moraes faz maratona pelo interior para entrega de máquinas e equipamentos

Foto: Divulgação

 
O deputado federal Léo Moraes (Pode) teve uma semana intensa nos últimos dias. Depois de participar na semana passada dos debates na Câmara Federal, onde conseguiu, inclusive, aprovar uma Proposta de Fiscalização e Controle do processo de desestatização da antiga Ceron, devido ao não cumprimento de metas por parte da Energisa, essa semana o deputado dedicou a visitar municípios para a entrega de máquinas e equipamentos para diversas prefeituras do interior.
 
“Precisamos apoiar os municípios. Sabemos de suas necessidades, principalmente quanto a fragilidades de suas patrulhas de máquinas rodoviárias e por isso estamos investindo nossas emendas na compra de equipamentos. Isso representa melhores condições de tráfego, de escoamento da produção, do pequeno ao grande produtor rural, ao mesmo tempo em que estamos colaborando para que as prefeituras possam cuidar melhor de suas cidades”, destacou o deputado.
 
Léo Moraes fez a entrega de caminhões basculantes aos municípios de Cabixi, Buritis, Seringueiras, Novo Horizonte, Ji-Paraná e Ariquemes; caminhões pipa em Machadinho, Ministro Andreazza, São Miguel do Guaporé e Cujubim e rolo compactador em Espigão. Falta ainda entregar em Theobroma. 
 
Por todos os municípios por onde passou o deputado foi muito solicitado pela imprensa para falar de sua atuação em Brasília e dos projetos políticos para este ano.  
 
CERON
 
Na semana passada, na Câmara dos Deputados, Léo Moraes conseguiu aprovar proposta de fiscalização do processo de desestatização da Ceron, um arranjo cheio de incentivos que permitiu à Energisa adquirir a ex-estatal elétrica rondoniense. Segundo Léo Moraes, “é necessária uma rigorosa apuração para avaliar se o processo correu com a lisura esperada e se os benefícios revertidos para a concessão se materializaram em ganhos para os consumidores do Estado. Na etapa prévia à licitação, foi aprovada a utilização de recursos da Reserva Global de Reversão (RGR) para a concessão de empréstimos destinados à quitação de dívidas da empresa, sob o pretexto de aumentar a atratividade da concessão e facilitar a privatização da companhia. Houve, ainda, flexibilização contratual de critérios de qualidade da prestação de serviços, que beneficiaram o concessionário que adquiriu o controle da empresa e adiaram a necessidade de investimentos”.
 
 
O deputado rondoniense destacou ainda que a conversão da Medida Provisória nº 998, de 2020, na Lei nº 14.120, de 2021, “possibilitou ampliação de benefícios de destinação de recursos da RGR para a concessão e alteraram a regra de cobrança da Conta de Desenvolvimento Energético, favorecendo o Estado de Rondônia. Mesmo com essas medidas, houve reajuste tarifário de quase 7%, um montante próximo ao da inflação oficial observada para 2021”. 
 
 
“A população de Rondônia precisa ser informada a respeito do real benefício que se materializou diante de inúmeras medidas que favoreceram a concessão de distribuição de energia elétrica, sobretudo após o conturbado processo de desestatização”, sintetizou o deputado.
Direito ao esquecimento

Quem você apoiaria para ser senador por Rondônia?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Raia Drogasil

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS