VOTO DE LOUVOR: Sessão Solene na ALE homenageia cooperativas e Rotary Clube Rio Madeira

O comando da sessão foi feito deputado estadual Cirone Deiró

VOTO DE LOUVOR: Sessão Solene na ALE homenageia cooperativas e Rotary Clube Rio Madeira

Foto: Divulgação

O comando da sessão foi feito deputado estadual Cirone Deiró (União Brasil). A mesa foi composta por Maria Regina dos Santos(); Aifa Naomi(presidente do Sicoob Central Rondon); Elias Alves Pereira (Sicoob Amazônia); Renato Loretto(diretor Regional do Sicoob Credisul); Orbedan Pandolphi Hermita(Conselheiro Administrativo do Sicoob Credip); Donizetti José(Credisis); e Juarez Cividine(Sicredi Univales Mato Grosso e Rondônia).
 
Cirone Deiró fez o discurso de abertura onde agradeceu a presença de todos os que ocupavam as galerias do plenário. Ele lembrou que a Assembleia Legislativa é a Casa do Povo e que pertence a todos. O parlamentar fez questão de frisar o importante trabalho desenvolvido pelas Cooperativas de Crédito em Rondônia.
 
“É um divisor de águas, onde as cooperativas fazem com que os nossos recursos sejam divididos entre os parceiros, os cooperados e os investimentos sejam divididos em nosso Estado. Ao contrário, das instituições financeiras que só arrecadam e levam os recursos para outras capitais, para outros países. Nós vemos que os exemplos do cooperativismo têm dado certo em todos os segmentos, então, fica o nosso reconhecimento pelo cooperativismo que é desempenhado em nosso Estado”, declarou.
 
Homenagens
 
Um vídeo foi apresentado durante a sessão, onde o presidente do Rotary Internacional Distrito 4720, Gérson Aoki. Nas imagens ele elogia a atuação do Rotary Clube de Porto Velho Madeira Mamoré, e lembra também da importância das ações dos rotarianos na região Norte.
 
A Presidente do Rotary Clube de Porto Velho Madeira Mamoré, Maria Regina dos Santos, foi a primeira a receber a homenagem de votos de louvor. Em seguida também receberam a homenagem, os rotarianos Varner Antônio Pereira; Francisco Marquelino Santana; Liza Cordeiro; José Caetano Romano; José Carlos Pereira Paim; Elias Alves Pereira; Aifa Naomi; Renato Loretto; Orbedan Pandolphi Hermita; Donizetti José; Juarez Cividine.
 
A senhora Aifa Naomi contou que começou no cooperativismo há 24 anos, e disse também que hoje, está muito mais experiente. Ela lembrou que o cooperativismo tem a capacidade de movimentar toda a economia local.
 
“No site do Banco Central existe um estudo mostrando que a cada R$ 1,00 que uma cooperativa de crédito movimenta na região que ela chega ou está, consegue gerar R$ 2,75 a mais desse R$ 1,00 investido. É um negócio da comunidade que acredita e recepciona”, declarou.
 
R$ 500 milhões
 
O diretor da Organização das Cooperativas Brasileiras, em Rondônia, André Sandro, fez uso da palavra, quando observou a grandeza do cooperativismo. Ele revelou que em Rondônia tem mais de 170 pontos cooperativas.
 
“Estamos nos 52 municípios rondonienses e atuamos em todos os ramos do cooperativismo. Hoje, contribuímos com mais de 20% na economia de Rondônia. Em sobras já distribuímos mais de R$ 500 milhões em sobras, no ano de 2021. Isso fora as operações de créditos que fazemos com os cooperados”, afirmou.
 
Quem também fez uso da palavra foi a Presidente do Rotary Clube de Porto Velho Madeira Mamoré, Maria Regina dos Santos. Ela disse que a experiência é de fazer o que é humanamente possível em prol de uma comunidade.
 
“É uma honra está presente como presidente do Rotary Clube de Porto Velho. Cada clube de serviço e seus companheiros visam o bem coletivo. Juntos somos mais fortes”, disse.
 
O deputado Cirone Deiró, elogiou o trabalho do Rotary Clube e disse que muitas pessoas precisam de ajuda.
 
“A cada dia que passa, se percebe o distanciamento das pessoas. Essa pandemia nos mostrou muita coisa. Eu tenho defendido que precisamos praticar políticas públicas. Tem um dado que nos preocupa, a cada 45 crianças que nascem hoje, uma nasce com deficiência. E o que nós, como agente público ou servidor público, estamos fazendo? Estou falando isso, porque temos aqui, pessoas que praticam o bem e não estão preocupadas apenas com o financeiro. Eu sugeri ao Governo do Estado que crie uma superintendência para atuar com essas pessoas com deficiência”, finalizou.
Direito ao esquecimento

Você acha que os escândalos do Governo Bolsonaro prejudicam a pré-candidatura à reeleição?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS