BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

SESSÃO PLENÁRIA: Deputado Jhony Paixão defende o realimento na Polícia Militar

Diante de algumas ações que vem participando na Casa Civil, em relação aos militares, ele defende o realimento e não um aumento salarial para a categoria

ASSESSORIA

11 de Março de 2020 às 10:26

Foto: Divulgação

Em Sessão Plenária desta terça-feira (10), o deputado Cabo Jhony Paixão destacou a valorização dos servidores públicos do Estado, como um aumento salarial mútuo para todas as categorias, que é uma intenção dos parlamentares, porém ainda não é possível. Diante de algumas ações que vem participando na Casa Civil, em relação aos militares, ele defende o realimento e não um aumento salarial para a categoria.

 

“Está acontecendo na polícia militar várias ações de economia. Serão retirados alguns benefícios que a polícia militar já teria e empregar no coletivo. Um exemplo, é a economia de mais de 100 mil reais, a cada dois meses, só em combustível. A tropa vai se desdobrar nos próximos três anos, ou seja,  trabalhar mais, com a mesma garra, mesmo compromisso, em servir e proteger nossa sociedade, desde que esse orçamento que já existe na pasta seja convertido para a categoria”, explicou Jhony que faz parte da Comissão da Segurança Pública da Assembleia Legislativa.

 

Reunião na Casa Civil

 

Após a Sessão, o deputado seguiu para uma reunião com o Secretário da Casa Civil, Júnior Gonçalves, representantes da Polícia Militar e Bombeiros Militares, além de membros das Associações de Policiais e Bombeiros Militares. Na reunião foram colocadas as seguintes propostas dentro do limite e realimento em três partes: a partir de abril haverá um aumento de 8% implantado em folha, e as demais porcentagens de 7% e 6% no mesmo período dos anos de 2021 e 2022, ao final resultará em 22,5%.

 

Os representantes das associais levarão hoje (11) as propostas para  conhecimento de seus associados as deliberações da reunião e retornar com uma proposta ao governo para que possam iniciar o andamento das ações pertinentes ao cumprimento do acordo firmado.

 

O Secretário da Casa Civil agradeceu a presença dos deputados e respeito por parte dos representantes da categoria. “Agradeço a todos pela presença e o respeito que foi mantido durante a reunião. Ressaltamos que o Governador Marcos Rocha sempre orientou que as informações e cálculos sejam sempre transparentes”, disse Júnior Gonçalves.

 

 Atualmente, há no Estado, cerca de 10 associações. Rondônia conta hoje com aproximadamente 9 mil policiais militares, entre praças, oficiais e da reserva.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS