LATROCÍNIO: Patrimônio prende criminosos envolvidos na morte de empresário

No dia do fato, dois indivíduos armados chegaram à loja de materiais de construção da vítima e, após disparos de arma de fogo, tiraram-lhe a vida

LATROCÍNIO: Patrimônio prende criminosos envolvidos na morte de empresário

Foto: Vítima

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio da Delegacia Especializada de Repressão a Extorsões, Roubos e Furtos (DERF), unidade integrante do Departamento de Polícia Especializada (DPE), deflagrou nesta manhã a fase ostensiva da "Operação Rapina". O objetivo principal da operação é o cumprimento de 04 mandados de prisão e 03 mandados de busca e apreensão.

 

Esta operação faz parte de uma investigação em andamento sobre um crime chocante ocorrido em (01/02), quando um empresário foi vítima de latrocínio – roubo seguido de morte no interior do seu estabelecimento comercial.

 

No dia do fato, dois indivíduos armados chegaram à loja de materiais de construção da vítima e, após disparos de arma de fogo, tiraram-lhe a vida. Apesar das tentativas dos criminosos de ocultar suas identidades, a DERF conseguiu identificar os autores diretos do crime, bem como outros três indivíduos envolvidos no planejamento, inclusive com fornecimento de armas de fogo e veículos.

 

Um dos autores já havia sido temporariamente detido apenas dois dias após o crime. Agora, após uma investigação minuciosa pela Polícia Civil, o Poder Judiciário emitiu mandados de prisão para os demais envolvidos naquele crime brutal.

 

Os suspeitos serão indiciados pelos crimes previstos no artigo 157, §3º, inciso II do Código Penal, que prevê pena de reclusão de 20 a 30 anos, além de multa.

 

O nome Rapina, dado à operação, diz respeito ao ato de pegar uma presa com violência, e em sentido figurado, faz referência ao roubo qualificado pelo resultado da morte contra o empresário.

 

Esta operação demonstra o compromisso da Polícia Civil de Rondônia em combater o crime e buscar justiça para as vítimas e suasfamílias. As investigações continuam em andamento para garantir que todos os envolvidos sejam responsabilizados pelos seus atos.

Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Cleiton Cheregatto em Novo Horizonte do Oeste?
Professores e policiais militares devem ter direito à isenção de IPVA?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS