'QUADRILHA DO 171': Digital influencer de Rondônia presa na Paraíba tem liberdade negada

O advogado sustenta que a cliente tinha apenas uma semana na cidade e que todos estavam em viagem turística

'QUADRILHA DO 171': Digital influencer de Rondônia presa na Paraíba tem liberdade negada

Foto: Divulgação

A digital influencer Emanuely Saraiva, conhecida como "Manu Chique" teve o pedido de liberdade negado pela Justiça da Paraíba.
 
A jovem foi presa pelo crime de estelionato junto com mais quatro pessoas no último dia 25 de maio. Emanuely que é moradora de Porto Velho (RO) foi acusada de aplicar golpes em comércios com cartões de crédito.
 
A defesa da jovem alegou que ela não tinha conhecimento sobre os ilícitos encontrados no bangalô em que ela e os comparsas estavam hospedados.
 
O advogado sustenta que a cliente tinha apenas uma semana na cidade e que todos estavam em viagem turística. O Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba negou a liberdade provisória para Emanuely e seus parceiros.
 
 
 
As investigações 
 
 
 
Policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Paraíba vinham monitorando os jovens acusados de estelionato desde que chegaram ao estado da Paraíba.
 
O bando saiu de Porto Velho com o destino as famosas praias do Nordeste e pretendia se instalar por algum tempo. De acordo com o processo em aberto 0802099- 22.20121.8.15.0731 da primeira vara cível de Cabedelo-PB.
 
 
Existem fortes indícios de que mais de uma dezena de pessoas estejam envolvidas em crimes de estelionato, tráfico de entorpecentes e outros ilícitos.
 
Os acusados vinham desfrutando de uma vida de glamour com as falsificações, se hospedando em hotéis “pé na areia" de praias famosas da Paraíba e outros estados do Nordeste.
 

Documentos anexos

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS