QUESTÃO SALARIAL: Policiais militares rebatem afirmação do Governo de Rondônia

Essa flexibilização cabe aos Estados que estão abaixo de 95% de suas receitas comprometidas, tendo por base a LRF e os índices financeiros primários

QUESTÃO SALARIAL: Policiais militares rebatem afirmação do Governo de Rondônia

Foto: Rondoniaovivo

 
Sobre a nota fantasiosa do Governo do Estado de Rondonia. A nota foi a forma encontrada para o governo confundir a opinião pública.
 
Não existe vedação pois a Emenda Constitucional 109/21 reside no Art 167-A a flexibilização para os entes federados concederem reajustes e promover contratação, ainda que no período de pandemia. 
 
 
Essa flexibilização cabe aos Estados que estão abaixo de 95% de suas receitas comprometidas, tendo por base a LRF e os índices financeiros primários.
 
Rondônia, nem de perto, atinge esse percentual, somos um estado pujante devido ao agro, os únicos Estados que estão impedidos de dar as concessões são RS e RN.
 
Portanto, nobres rondonienses são falácias espertas dadas pelo governo que insiste em não nos valorizar. 
 
 
Além disso, por que o governo teima em não receber oficialmente o Conselho de representantes da Categoria Militar Estadual para um debate técnico? Por quê as portas estão fechadas?
 
Esse governo infelizmente fala em transparência e gestão participativa, mas de fato ficam trancados em um mundo fictício criado por assessores que vendem maravilhas ao chefe do executivo que por sua vez não quer aborrecer se em seu trono.
 
A cada momento que passa, maior a descredibilidade política, administrativa que essa gestão catastrófica deixa transparecer.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS