LEGÍTIMA DEFESA: Delegado libera médico preso por atirar em ladrão que invadiu clínica

O médico teria flagrado o criminoso dentro de sua clínica veterinária e atirou, pois o ladrão tentou atacá-lo com uma faca

LEGÍTIMA DEFESA: Delegado libera médico preso por atirar em ladrão que invadiu clínica

Foto: Richard Nunes/Rondoniaovivo

O delegado de plantão na Central de Flagrantes em Porto Velho (RO) liberou nesta manhã de sábado (15) um médico veterinário de 32 anos que havia sido preso pela Polícia Militar durante a madrugada. 
 
Os policiais levaram o médico preso por crime de tentativa de homicídio contra um ladrão de 35 anos. O médico teria flagrado o criminoso dentro de sua clínica veterinária e atirou, pois o ladrão tentou atacá-lo com uma faca. 
 
Os policiais militares tinham prendido o médico e colocado o ladrão baleado como vítima na ocorrência. Todavia, o delegado de plantão entendeu que o médico agiu em legítima defesa e o liberou. A arma do médico é legalizada.
 
"Verifica-se pelo corpo probatório que a conduta do médico está, salvo melhor juízo, acobertada pelo manto da excludente de antijuridicidade prevista no art. 23, inc. II, do Estatuto Repressivo, pois, pelo menos por ora e em tese, utilizou dos meios necessários que tinha a seu dispor para repelir a injusta agressão atual e
eminente", declarou o delegado.
 
Já o criminoso baleado será encaminhado ao presídio por crime de tentativa de roubo,  caso receba alta no hospital.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS