BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ABANDONO DE INCAPAZ: Delegado manda para a cadeia pai e madrasta de criança que caiu do 4° andar

O pai da criança e a madrasta consumiam bebida alcoólica em outro apartamento, quando a criança acabou caindo do quarto andar do prédio

Rondoniaovivo

26 de Outubro de 2020 às 16:36

Atualizada em : 27 de Outubro de 2020 às 08:56

Foto: Richard Nunes /Rondoniaovivo

O delegado Glauco de Paula Souza, de plantão na Central de Flagrantes nesta madrugada de segunda-feira (26) mandou para a cadeia o casal de 18 e 38 anos pelo crime de abandono de incapaz (artigo 133 do código penal).
 
O pai da criança e a madrasta consumiam bebida alcoólica em outro apartamento, quando a criança que estava sozinha acabou caindo do quarto andar do prédio em que dormia.
 
Ela foi socorrida ao hospital João Paulo II com fratura no fêmur e outras lesões. O estado de saúde dela é considerado estável.
 
Relembre o caso
 
Uma menina de quatro anos foi socorrida em estado grave para o hospital João Paulo II após cair do quarto andar de um apartamento no condomínio Orgulho do Madeira, na zona Leste de Porto Velho (RO). O caso aconteceu na madrugada desta segunda-feira (26). O pai da criança de 38 anos e a madrasta de 18 anos foram presos pelo crime de abandono de incap2
 
O Rondoniaovivo obteve informações junto ao boletim de ocorrência relatando que o homem e a mulher estavam bebendo em um apartamento no bloco da frente de onde ocorreu o fato.
 
A criança que estava dormindo sozinha teria se levantado e da janela, usando um banco para subir, começou a chorar e a gritar pelo pai, segundo a vizinhança.
 
Após alguns minutos, a criança acabou caindo pela janela e ficou gravemente lesionada, inclusive com fratura no fêmur.
 
Ela foi socorrida para a UPA em um carro particular e devido a gravidade do caso teve de ser transferida ao hospital João Paulo II.
 
O pai da menina contou que havia pedido para a esposa ir olhar a filha dele, mas quando ela voltou já estava com a criança no colo e em desespero. A madrasta informou que ao ir olhar a enteada na cama viu que ela não estava.
 
A jovem percebeu que havia um banco em direção da janela que se encontrava aberta e ao olhar para baixo viu a criança caída e alguns moradores a socorrendo.
 
Enquanto uma equipe da Polícia Militar colhia as informações, a mãe da criança chegou e acompanhou a filha que ficou internada no hospital.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS