BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Roraima - Assaltantes matam cachorros envenenados

Roraima - Assaltantes matam cachorros envenenados

Da Redação

29 de Abril de 2008 às 08:03

Foto: Divulgação

A audácia dos bandidos não tem limite. Dois cachorros das raças pit bull e dobermann foram mortos na madrugada de ontem ao comerem salsicha envenenada jogada por assaltantes. O fato se deu na residência do proprietário de um supermercado na rua Tarcilo Aires, no bairro Pintolândia. Um terceiro cão vira-lata sobreviveu. O comerciante A.R.S., 75, contou aos policiais militares que atenderam a ocorrência, que pelo menos três bandidos invadiram o terreno de sua casa com o objetivo de render ele e sua família. O assalto só não aconteceu porque o vigia do supermercado chegou na residência por volta das 6 horas e bateu no portão. Nesse momento, a esposa do comerciante, de 44 anos, se levantou e liberou a entrada do vigia no terreno, ocasião em que o vigilante disse ter sido rendido pelos bandidos armados e usando capuz. Os ladrões ainda tentaram obrigar a mulher do comerciante a abrir a porta da casa, mas ela resistiu e eles se viram obrigados a fugir sem roubar nada. Conforme um filho de A.R.S., os bandidos já haviam conseguido danificar um cadeado da grade de proteção da porta e também tiraram o miolo da fechadura, porém não abriram porque ela é trancada com cadeados por dentro. Por isso permaneceram na varanda do lado de fora esperando que a vítima abrisse a casa para que realizassem o assalto. O muro contém cerca elétrica, mas o rapaz declarou que não estava funcionando, o que facilitou a ação dos bandidos. Além disso, existem duas câmeras filmadoras, porém também não estavam ligadas. O filho lembrou que essa é a segunda vez que bandidos tentam assaltar o comerciante. Em dezembro de 2006, noite de domingo, os assaltantes chegaram a invadir a casa e renderam toda a família. Todo mundo foi aterrorizado, mas os bandidos acabaram fugindo sem roubar nada depois que um vizinho estranhou o barulho e foi verificar o que estava acontecendo. “Quando ele chegou na porta e chamou pelo meu pai, um dos assaltantes apareceu e mandou que fosse embora. Graças a Deus ele chamou a polícia e em pouco tempo os policiais chegaram e os ladrões fugiram ao ouvir sirene das viaturas”, lembrou. FUGITIVO – Extra-oficialmente, a Folha foi informada que ainda ontem uma das testemunhas da tentativa de assalto na casa do comerciante reconheceu a foto do fugitivo da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, Paulo Barbosa Menezes Filho, apelidado de Cuia, como um dos três bandidos que estavam no imóvel naquela manhã. Conforme dados da polícia, Cuia cumpria prisão preventiva no regime fechado por envolvimento com o tráfico de entorpecente e fugiu do presídio em julho do ano passado, junto com outro preso apelidado de Guri.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS