ELES PODEM: Manifestantes de Nova Mamoré deixam Exército e Força Aérea passarem

Enquanto população comum espera há dias para ter direito de ir e vir, golpistas dão prioridade para Forças Armadas

O engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Emanuel Neri, que está a trabalho na região de Nova Mamoré, interior de Rondônia fez um vídeo, na manhã desta terça-feira (22), denunciando o bloqueio na BR-425.

 

Nas imagens, ele mostra dois veículos com militares do Exército e da Aeronáutica que passam tranquilamente pela barreira, sem serem incomodados e sem tomarem nenhuma atitude para restabelecer o direito constitucional de ir e vir da maioria da população rondoniense.

 

“Pessoal do Exército passando aí, o pessoal abriu, o Exército passou, vai embora e o povo fica. É isso aí”, disse Neri.

 

Uma segunda pessoa que não aparece nas imagens comenta: “Eles não têm linha. Sabe qual é o único caminho que estão tendo? É matar o bicho na canseira”.

 

Momento do vídeo em que os militares passam tranquilamente em bloqueio feito em Nova Mamoré - Reprodução de vídeo

 

Ameaças

 

Em outro vídeo que foi excluído, Emanuel comentou que está impossibilitado de prosseguir viagem devido ao pequeno grupo de antidemocráticos que fecharam a estrada com terra e madeiras.

 

Ele afirmou que algumas pessoas ameaçaram queimar o carro do DNIT. Durante a filmagem, um homem também ficou furioso por ele estar fazendo o vídeo e começou a discutir com Emanuel Neri.

 

Segundo ele, não existe nenhuma força de segurança. “Eu liguei para a Polícia Rodoviária Federal sobre essa situação e me informaram que não tem previsão para eles virem até Nova Mamoré”, declarou ele, que excluiu o vídeo poucos minutos depois de postar.

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS