SUMIU: Família procura por apicultor que teve a casa incendiada no ano passado

“Tabelinha” deixou quitinete dizendo que iria passar 10 dias trabalhando em fazenda

SUMIU: Família procura por apicultor que teve a casa incendiada no ano passado

Foto: Divulgação

No ano passado, o site noticiou o drama do apicultor Moacir Tobias de Moraes, conhecido como “Tabelinha”, 73 anos, que havia perdido tudo o que tinha após o barracão onde morava no Parque Industrial, em Vilhena, pegar fogo.
 
Agora, em contato com o site, o filho do idoso, que mora em Mato Grosso, pediu ajuda para tentar localizá-lo. Tabelinha está desaparecido desde o final do mês de fevereiro e o sumiço dele já foi registrado na Polícia Civil, em Vilhena.
 
O filho conta que, após o incêndio, provocado pelo próprio Moacir, ao esquecer a comida no fogo, ele conseguiu se mudar para uma quitinete alugada no bairro Cristo Rei. Porém, mais de um mês atrás ele disse que iria trabalhar em uma fazenda, onde ficaria 10 dias. E, desde então, não dá mais notícias e nem atende as chamadas feitas para o seu número de celular.
 
O filho, que foi visitado pelo aposentado no final do ano, em Rondonópolis (MT), também explicou que a “esposa” que ele disse estar internada como Covid-19, na verdade é uma namorada virtual. “A gente nem sabe se essa moça existe mesmo. Mas meu pai perdeu um carro e até fez empréstimos para pagar o suposto tratamento dela, em Porto Velho”.
 
Diante da situação, além de mobilizar a polícia, os parentes do apicultor estão pedindo ajuda para tentar encontrá-lo. Quem tiver informações que ajudem os parentes a chegar ao paradeiro de Moacir podem ligar para o filho no número (66) 9- 9917-7290, falar com Héber.
Direito ao esquecimento

Em qual desses quatro pré-candidatos você votaria se as eleições fossem hoje?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS