CORONAVÍRUS: Mulher pede ajuda para pagar medicamento de marido que pode ser intubado

O produto comprado em Cuiabá, custou R$ 45 mil; agora ela precisa de ajuda para pagar o empréstimo

CORONAVÍRUS: Mulher pede ajuda para pagar medicamento de marido que pode ser intubado

Foto: Divulgação

 

É dramática a situação do corretor de imóveis e correspondente bancário Ricardo de Aguiar Custódio, de 41 anos, internado na “Ala Covid” do hospital particular Bom Jesus, em Vilhena, desde a última quinta-feira (18).
 
 
Morador do bairro Jardim Primavera, Ricardo começou a sentir os primeiros sintomas da Covid-19 na semana passada, quando sua esposa, Elizângela, teve seu diagnóstico confirmado para a doença.
 
 
Mesmo tomando a medicação receitada, o corretor teve seu quadro  agravado nos últimos dias e, ao procurar atendimento médico, descobriu (através de uma tomografia), que seus pulmões estavam com 40% de comprometimento.
 
 
Além de Ricardo e a esposa, um filho autista do casal também apresentou sintomas do novo Coronavírus. O adolescente está melhorando, mas como não fala, a mãe não sabe o que ele está sentindo.
 
 
Diante da possível intubação de Ricardo, a esposa recebeu orientação médica para comprar um medicamento que tem ajudado alguns pacientes a se recuperar durante o procedimento.
 
 
O produto só foi encontrado numa farmácia em Cuiabá (MT), mas por um valor que a família só conseguiu pagar graças a um empréstimo: R$ 45 mil. O medicamento chegou em Vilhena na madrugada de domingo, 18.
 
 
Para tentar ajudar Elizângela a pagar o empréstimo, os amigos do casal estão organizando uma campanha para conseguir o total que foi emprestado a ela.
 
 
Confira na imagem abaixo, como ajudar através de depósito ou PIX bancário:
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS