INVADIDA: Juiz manda suspender, por tempo indeterminado, reintegração de posse de fazenda

PM vem monitorando e se preparava para desocupar a área invadida em Chupinguaia

INVADIDA: Juiz manda suspender, por tempo indeterminado, reintegração de posse de fazenda

Foto: Divulgação

 

Em uma decisão com dois parágrafos, da última segunda-feira, 12, o juiz Roberto Gil de Oliveira, da 2ª Unidade de Conflitos Agrários de Porto Velho suspendeu a ordem de reintegração de posse no acampamento Manoel Ribeiro, em Chupinguaia.
 
 
Por causa da invasão da fazenda Nossa Senhora Aparecida, próxima ao assentamento, policiais militares estão monitorando o local. Em entrevista ao Folha do Sul, titular da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), coronel PM José Hélio Pachá, que havia visitado a propriedade invadida, disse que o Governo de Rondônia pretendia desocupar a terra antes do prazo de 180 dado pela justiça.
 
 
Em sua decisão, o magistrado que suspendeu a reintegração de posse levou em consideração documento de Estudo de Situação juntado pela Secretaria de Segurança Pública de Rondônia.
 
 
A decisão é por tempo indeterminado, e o próprio juiz sugeriu que ao presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia que suscitasse, no processo, Incidente de Deslocamento da Competência.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS