UNIR: Dacom lança nota de repúdio contra ataques ao Rondoniaovivo

Veja a nota abaixo

UNIR: Dacom lança nota de repúdio contra ataques ao Rondoniaovivo

Foto: Divulgação

 

Nós, professores de Jornalismo do Departamento Acadêmico de Comunicação (DACOM) da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), apresentamos nosso mais veemente repúdio aos ataques e intimidações sofridos por profissionais da imprensa de Rondônia ao longo das últimas semanas. As situações vivenciadas pelos profissionais jornalistas da TV Allamanda, em Cacoal; SIC TV, em Candeias do Jamari; TV Rondônia, em Porto Velho; e, neste final de semana, o ataque a tiros à sede do webjornal Rondoniavivo são a face mais visível das constantes e flagrantes situações de insegurança impostas à atividade jornalística em Rondônia.
 
 
 
Ao repúdio somamos a solidariedade aos profissionais vítimas de ataques e ameaças, e a todas e todos que cotidianamente estão nas ruas em busca dos fatos apurados sob os melhores preceitos jornalísticos. Nossa preocupação dirige-se não somente à segurança de cada uma e cada um, mas também ao fato de que cada ataque ao Jornalismo é também um ataque ao mais básico dos preceitos da vida em sociedade: a liberdade de circulação de informações, que deve necessariamente estar associada à responsabilidade profissional inerente ao jornalismo. Cercear o Jornalismo é atacar os preceitos democráticos sobre os quais se assenta a nossa sociedade.
 
 
 
Somos a única escola pública de Jornalismo de Rondônia, e reforçamos nosso compromisso com a formação de profissionais críticos e preparados para atuar em sociedade com o necessário profissionalismo mesmo em meio aos desafios atualmente impostos a cada jornalista. É nos momentos em que se multiplicam os ataques ao Jornalismo, que mais são necessários jornalistas cônscios de seu papel social e capazes de informar com competência, criticidade e, acima de tudo, coragem. Os ataques já perpetrados são a materialização do ódio alimentado por justificativas contraditórias e inconcebíveis. Eles são a negação da sensatez, da Justiça, e da civilidade. É a negação da convivência, da empatia e da lucidez.
 
 
 
Somos solidários aos profissionais jornalistas de Rondônia, de diferentes empresas e segmentos da comunicação, e reivindicamos a célere apuração dos ataques ocorridos para que sejam protegidas e garantidas a liberdade de expressão, a liberdade da informação e a livre atuação jornalística.
 
 
 
"Quando perdemos a capacidade de nos indignarmos com as atrocidades praticadas contra outros, perdemos também o direito de nos considerarmos seres humanos civilizados", Vladimir Herzog.
 
 
 
 
 
 
 
Professores do curso de Jornalismo e do Departamento Acadêmico de Comunicação (DACOM) da UNIR
Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Suíça nesta segunda-feira (28)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS