ATRAVÉS DO RIO GUAPORÉ: Sebrae articula estudo de integração econômica entre Brasil e Bolívia

Encontro discutiu a implantação de travessia e o alfandegamento interligando os municípios de Costa Marques e Puerto Ustarez

ATRAVÉS DO RIO GUAPORÉ: Sebrae articula estudo de integração econômica entre Brasil e Bolívia

Foto: Divulgação

A audiência pública aconteceu no último dia 30 na Câmara de Vereadores de Costa Marques (RO) com o objetivo de discutir vantagens econômicas da integração Brasil-Bolívia.
 
 
Essa possibilidade de integrar por meio do município de Costa Marques começou a ganhar força no ano passado (2020), quando o presidente Jair Bolsonaro viabilizou o projeto de construção da ponte no rio Guaporé.
 
 
O encontro na Zona da Mata contou com a presença de parlamentares, empresários e representantes do Sebrae em Rondônia e do país vizinho, Bolívia.
 
 
De acordo com o superintendente do Sebrae em Rondônia, Daniel Pereira, desde 1986 há um processo de construção que tem avançado bastante nos últimos anos, com atividades econômicas entre Brasil e Bolívia, mas até então através de Guajará Mirim.
 
 
“Fui procurado pelo prefeito de Costa Marques para fazermos um estudo de viabilidade econômica para justificar perante o governo brasileiro uma passagem por aqui. Então fizemos uma articulação com um grupo de empresários que bancou esse estudo, que mostra os produtos que podemos comprar da Bolívia e os produtos que podemos vender, em uma perspectiva de negócio interessante para a região. Hoje começa a apresentação desse produto aqui em Costa Marques, e esperamos que as autoridades brasileiras do governo federal se convençam através desse estudo da importância dessa passagem de Costa Marques para a Bolívia porque cria uma perspectiva de desenvolvimento econômico para os dois lados”, afirmou Daniel.
 
 
“Estamos vindo a esse evento de extrema importância para o município de Costa Marques e para Rondônia. Estou representando o superintendente federal da Agricultura e destaco a importância desse evento, uma vez que o Ministério da Agricultura é integrante das instituições federais que homologam e autorizam a entrada e a saída de produtos agropecuários, controlam também as nossas fronteiras e evitam o ingresso de doenças, tanto dos vegetais quanto dos animais. Por isso torcemos para que o resultado dessa reunião seja logo concretizado”, disse Elias Robles, auditor fiscal federal.
 
 
Para Fábio Florence Fernandes, coordenador geral do Sistema de Vigilância Agropecuária do Ministério da Agricultura (Vigiagro), esse evento é de fundamental importância para o desenvolvimento das fronteiras.
 
 
“O objetivo aqui é discutir com as autoridades locais brasileiras e bolivianas a abertura do comércio através da ponte que está sendo projetada para ser construída em Costa Marques, e o Ministério da Agricultura é um dos principais órgãos para que o comércio flua entre os países, sendo que o Vigiagro é o órgão que faz o controle dos produtos de interesse agropecuário visando coibir pragas e doenças que possam afetar a agropecuária brasileira”, finaliza Fernandes.
 
 
Para saber mais sobre as ações do Sebrae, acesse o site ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar pelo número de WhatsApp (69) 98130-5656 ou pelas plataformas Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube, nos perfis do Sebrae RO.
Direito ao esquecimento

Em qual supermercado você prefere fazer suas compras?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública.

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS