DOENDO NO BOLSO: Internautas desabafam sobre taxas do Detran/RO: ‘'estão um absurdo''

“Agora me conta uma novidade do Detran não assaltar ninguém”, escreveu um internauta

DOENDO NO BOLSO: Internautas desabafam sobre taxas do Detran/RO: ‘'estão um absurdo''

Foto: Divulgação

O Rondoniaovivo revelou na última semana, um levantamento sobre os preços altos das taxas de Carteira de Nacional de Habilitação (CNH), cobrados pela Detran de Rondônia. O estado rondoniense é o que possuí os valores mais altos com relação à São Paulo, Rio Grande do Sul e Amazonas.
 
O resultado foi que Rondônia em comparação com São Paulo, Rio Grande do Sul e Amazonas, cobra os valores mais altos para se ter acesso a CNH.
 
Após a publicação da notícia, internautas usaram as redes sociais para desabafar sobre os preços cobrados pelo Departamento de Trânsito de Rondônia. As opiniões tiveram um ponto em comum, que é a revolta com os valores das taxas no Estado.
 
“Taxas abusivas do Detran de RO. Taxas veicular também estão um absurdo”, escreveu um internauta. 
 
Outro cidadão foi incisivo no comentário e disse não ficar surpreso com os preços altos. “Agora me conta uma novidade do Detran não assaltar ninguém”, escreveu. 
 
Nos comentários da publicação, outro internauta também foi 'duro' com a administração do Detran rondoniense. “Bando de ladrão. Tudo digital e cobrando como se ainda fosse papel”.
 
O levantamento
 
No levantamento feito pelo Rondoniaovivo, Rondônia possui as taxas mais caras da CNH. A diferença entre o estado rondoniense a o vizinho Amazonas, é de quase 60%. Por lá, na soma total, o valor é de R$ 204,92, enquanto no Detran local pelo mesmo documento é cobrado R$ 501,56 da população.
 
A diferença com o Rio Grande do Sul é um pouco menor, mas ainda considerável. Os gaúchos pagam R$ 267,84 nos quatro exames estabelecidos pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A desproporção é de 46,7%, com relação ao valor cobrado pelo Detran rondoniense. 
 
Em São Paulo, os paulistas pagam nos quatro exames R$ 288,00, é uma diferença de 42,5%. 
 
Vale destacar que todos estes valores não incluem expedição de documentos a exemplos de Licença de Aprendizagem de Direção Veicular (LADV) e Permissão Para Dirigir (PPD). Geralmente estes títulos são somados às taxas de exames teóricos e práticos, o que pode elevar o valor na hora de pagar.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS