UNIÃO: Pré-candidato Márcio Nogueira pretende valorizar as mulheres dentro da OAB

Advogado falou sobre suas propostas para a direção da OAB/RO

O advogado Márcio Nogueira, pré-candidato a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RO), foi o entrevistado do programa ‘Conexão Rondoniaovivo’ da última segunda-feira (26). Ele conversou com o jornalista Ivan Frazão sobre as propostas de pré-candidatura para a presidência na OAB-RO, onde conta com o apoio da atual administração da ordem.
 
Márcio falou sobre o trabalho do atual presidente da OAB, Elton Assis, em meio a todas as dificuldades enfrentadas. Lembrou que a chegada do coronavírus forçou todos a se reinventarem para lidar com essa nova situação.
 
“Começamos a gestão com uma série de planos para desenvolver, mas inesperadamente veio a pandemia. O presidente Elton, então, fez um trabalho muito elogioso, mantendo a ordem inteiramente operante e ativa nesse período pandêmico”, declarou. 
 
O advogado elogiou o trabalho da atual gestão, mas afirmou que ainda há novos caminhos para seguir. 
 
“A ordem precisa aprofundar seu processo de digitalização. Então, aqueles serviços básicos prestados à advocacia precisam ser disponibilizados no celular, de modo que sejam automatizados”, ressaltou.
 
A ideia de Márcio é transformar os serviços manuais, que atualmente são prestados por funcionário dentro da OAB-RO, em digitais. O advogado acredita que desta forma, as pessoas que fazem esses serviços poderão ser transferidas para atender melhor a advocacia. 
 
Márcio disse também que com esse novo modelo de trabalho, haverá redução de custos para a entidade. O advogado fez questão de ressaltar que essas mudanças não significam demitir funcionários, mas, sim, agilizar e melhorar os serviços prestados aos advogados rondonienses.
 
Defensor da inclusão e igualdade, o advogado afirmou que as mulheres terão espaço em sua gestão, priorizando o trabalho delas e ocupando diversos cargos na Ordem, com a força feminina. O pré-candidato disse que o seu vice na chapa será uma mulher.
 
Marketing jurídico
 
O advogado relatou também sobre a divulgação dos advogados, que foi mudada por parte da OAB nacional. “O marketing jurídico é permitido. Nós podemos sim, usar as nossas técnicas que permitam uma maior conexão com as nossas comunidades”, disse.
 
Márcio afirmou que está autorização demostrou um grande avanço na advocacia. “Como é que um jovem advogado vai chegar nas comunidades? Usando essas técnicas, que facilitam essa ligação”, declarou. 
 
Novos advogados
 
Segundo Márcio Nogueira, um apoio aos jovens advogados é fundamental no início da carreira.  Pensando nisso, ele disse que em sua gestão um programa denominado de ‘Incubadora’, será criado para auxiliar esses novos advogados. 
 
“Nós vamos nos sentar com o advogado, ajudá-lo a definir uma estratégia para a advocacia dele. Vamos dar também um acompanhamento para fazer os ajustes necessários, de modo, que, posteriormente, ele irá se sentir inteiro para avançar com as próprias pernas”, explicou. 
 
Márcio acredita que essa nova medida vai reerguer a advocacia para o patamar de protagonismo que ela merece.
 
Exame da OAB é essencial
 
O advogado disse ainda que não apoia a exclusão do Exame da OAB para o exercício da advocacia. “Eu não consigo imaginar todo o contingente de bacharéis, passando a advogar do dia para a noite. A sociedade teria um imenso e longo prejuízo, caso isso acontecesse”, enfatizou.
 
Márcio defendeu também a aplicação do Exame da OAB, mas disse que ele precisa ser fortalecido. “O exame é fundamental. Ele não é perfeito, porque é humano, mas ele precisa ser fortalecido sempre”, finalizou.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Fonoaudiocenter LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS