BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

AUDIÊNCIA PÚBLICA: Mais de 80% dos participantes não concordam com aulas presenciais em RO

O relatório é o resultado do trabalho técnico de levantamento de dados percentuais

GOVERNO DE RO

06 de Novembro de 2020 às 10:35

Atualizada em : 09 de Novembro de 2020 às 08:56

Foto: Divulgação

 

GOVERNO DE RO - A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou o relatório com os resultados da Audiência Pública Virtual, realizada no dia 27 de outubro, sobre o entendimento da população e órgãos envolvidos no enfrentamento ao coronavírus, de um possível retorno às aulas presenciais em segurança. Os dados apontam que 83,1% dos participantes não concordam com o retorno ainda em 2020.

 
O relatório é o resultado do trabalho técnico de levantamento de dados percentuais de todas as participações realizadas durante a Audiência Pública Virtual que, além dessa consulta pública, teve o objetivo de informar à comunidade escolar sobre as ações em andamento para o retorno às aulas presenciais.
 
Durante o evento foram ouvidas, além das pessoas que estavam participando do chat ao vivo, 8.516 pessoas (oito mil quinhentas e dezesseis) responderam a enquete via formulário eletrônico. Majoritariamente a resposta foi desfavorável à retomada das aulas presenciais ainda em 2020.
 
Segundo o secretário da Educação, Suamy Vivecananda, desde o início da suspensão das aulas presencias, resultado da pandemia da Covid-19, a Seduc vem conversando com diversos entes, a fim de traçar caminhos seguros para a rede estadual de ensino. “Na Audiência Pública debateu-se sobre o possível retorno às aulas presenciais, mais especificamente, a forma e quando deveria se dar esse retorno. Os subsídios apresentados serão levados em consideração para o planejamento e definição desse retorno. As manifestações e discussões contidas neste relatório, bem como a gravação em áudio e vídeo, ficam disponíveis na página oficial do Governo de Rondônia”, comenta.
 
DADOS DO RELATÓRIO
 
Dos 8.516 participantes, 7.078 (83,1%) não concordam com o retorno às aulas presenciais ainda em 2020, enquanto 1.438 (16,9%) mostram-se favoráveis ao retorno.
 
Foi possível obter o percentual da participação por segmento da sociedade e ainda saber quantos destes, em percentual, concorda ou não com o retorno presencial.
 
dos que estiveram presentes, 25,5% eram estudantes, destes, 65,3% discordam e 34,7% concordam; 35,6% profissionais da Educação, sendo que destes 91,2% discorda e 8,8% concorda; 36,1% dos participantes eram pais ou responsáveis, destes, 90,4% discorda e 9,6 concorda e por fim, os demais segmentos da sociedade que assistiram ao evento responderam respectivamente 87,1% discordando e 12,9% concordando com o retorno.
 
Durante a audiência, a participação por município se deu da seguinte forma: Seis dos 52 municípios representaram 70% dos participantes, sendo Porto Velho 31,2%; Ji-Paraná 14,2%; Ariquemes 9,5%; Pimenta Bueno 6,1%; Rolim de Moura 4,8%, Cacoal 2,9% e 31,3 os demais municípios.
 
Valmir Souto, coordenador de Processo e Planejamento para Retomada das Aulas, conta que dessa audiência participaram mais de quatro mil pessoas de forma simultânea e que mais de 20 mil entraram em algum momento e analisaram o conteúdo.
 
Consolidamos neste relatório as manifestações tanto dos que falaram quanto via chat e enquete. É importante passarmos este resultado a todos. A secretaria vai levar em conta a expressão da população. Mais de 90% dos partícipes na Live, eram compostos por professores, pais e alunos. Essa manifestação das pessoas e entidades participantes da audiência pública subsidiará a decisão da Secretaria de Educação com relação a quando e como se dará essa retomada”, ressalta Valmir.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS