BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

AMANHÃ: Famílias podem sacar benefício do Programa Criança Feliz Mais

Aos beneficiários que não possuem cartão, o agendamento para saque presencial nas agências do Banco do Brasil inicia a partir da próxima terça-feira (8)

ASSESSORIA

03 de Setembro de 2020 às 14:29

Foto: Divulgação

O Programa de Transferência de Renda Criança Feliz Mais foi criado pela Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) com o objetivo de fortalecer os vínculos familiares entre pais e filhos. Dessa forma, as famílias, além de serem acompanhadas por equipes profissionais em casa, recebem ainda um incentivo mensal no valor de R$ 100 para permanecerem no programa. A Seas informa à população que o recurso deste mês encontra-se disponível para saque a partir desta quinta-feira (3).
 
Aos beneficiários que não possuem cartão, o agendamento para saque presencial nas agências do Banco do Brasil inicia a partir da próxima terça-feira (8).
 
O Programa Criança Feliz Mais, segundo a primeira-dama e secretária da Seas Luana Rocha, foi desenvolvido com base no Programa Criança Feliz, sendo dessa forma uma expansão do programa do governo federal. Ela destaca que as ações de incentivo estão garantindo maior adesão dos  municípios.
 
“Rondônia tem sido referência como um dos estados que mais aderiu ao Criança Feliz do governo federal e nossa meta é alcançar todos os municípios”, destacou a secretária.
 
Os programas Criança Feliz Mais e Mamãe Cheguei beneficiam famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica, inseridas em programas de primeira infância no Sistema Único de Assistência Social (Suas), cuja renda mensal esteja nas faixas de pobreza e extrema pobreza. Ambos os programas pertencem à política “Crescendo Bem” do Governo do Estado e recebem recursos do Fundo Estadual de Assistência Social (Feas).
 
MUNICÍPIOS NÃO CONTEMPLADOS 
 
Em Rondônia, cerca de 36 municípios se habilitaram ao programa do governo federal. Destes, apenas 24 estão aptos a receber o recurso, sendo que Guajará- Mirim e Colorado do Oeste vão receber a partir de outubro. Os demais: Alvorada do Oeste, Buritis, Candeias do Jamari, Costa Marques, Ji-Paraná, Monte Negro, Nova Mamoré, Ouro Preto do Oeste, Porto Velho, Rolim de Moura, São Francisco do Guaporé e São Miguel do Guaporé ainda estão na fase de implantação do Programa, portanto não serão contemplados com o benefício.
 
Para receber o recurso financeiro, os municípios precisam fazer a adesão ao programa, atendendo os critérios para participação: como estar em atividade e ter realizado o cadastramento dos beneficiários no sistema estadual.
 
SOBRE O CRIANÇA FELIZ +
 
O programa atende crianças de 0 a 3 anos ou até 6, no caso de deficientes físicos inseridos no Benefício de Prestação Continuada (BPC) para que possam receber os atendimentos necessários durante o período da primeira infância. Os atendimentos são feitos por equipes capacitadas que visitam as famílias de forma remota, desenvolvendo atividades entre os pais e as crianças, fortalecendo dessa forma o laço entre a família.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS