BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Airton propõe acordo para regularizar Distrito Industrial

Para Airton Gurgacz é preciso que o prefeito e o governador recebam os empresários e juntos encontrem uma alternativa para regularizar o Distrito Industrial, concedendo aos empresários suas respectivas escrituras

Da Redação

30 de Maio de 2017 às 17:37

Foto: Divulgação

Preocupado com a situação em que se encontra o Distrito Industrial de Porto Velho, criado para incentivar o desenvolvimento de empresas e a conseqüente geração de empregos para a população, o Deputado Estadual Airton Gurgacz (PDT) participou nesta terça-feira, 30, da reunião da Comissão de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa, onde defendeu a regularização da área.

De acordo com o deputado, a reclamação dos empresários que ocupam os terrenos cedidos pelo Governo do Estado, refere-se à falta de documento da área recebida, o que impede o crescimento das empresas, pois, sem a escritura, não há como fazer investimentos, buscar recursos nas instituições bancárias.

“Nem endereço aquelas empresas têm, tanto que precisam de uma caixa de correspondência nos Correios, o que é uma falta de consideração com quem produz”, destacou.

Para Airton Gurgacz é preciso que o prefeito e o governador recebam os empresários e juntos encontrem uma alternativa para regularizar o Distrito Industrial, concedendo aos empresários suas respectivas escrituras.

“Me proponho a acompanhar essa reunião com o prefeito Hildon Chaves e com o Governador Confúcio Moura, que certamente entenderão a situação, e assim possamos juntos buscar uma solução para o problema, ajudando no desenvolvimento do Distrito Industrial de Porto Velho” observou.

Airton usou o exemplo da Rondônia Rural Show, em Ji-Paraná para destacar que quando há vontade do poder público, as coisas acontecem. Lá em Ji-Paraná o prefeito Jesualdo Pires doou uma área de terra para o governo do estado, transformando-o no parque de exposições, palco do sucesso da 6ª Rondônia Rural Show.

“O Distrito Industrial, é uma área de 300 hectares e deve servir como alavanca para a retomada da economia na capital. Com os terrenos regularizados, os empresários poderão buscar financiamentos de máquinas e estruturas juntos aos bancos, aumentando a produção, gerando renda para o município e para o estado, além de dezenas de empregos, que a nossa população tanto precisa”, destacou o deputado, alertando que alguns lotes estão sendo invadidos por terceiros, desviando o sentido industrial da área.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS