BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

Incêndio de grande proporção no centro da Capital causa pânico e destrói depósito da Farmácia Popular - Fotos e vídeo

O fogo se alastrou devido os fortes ventos que sopravam na noite deste sábado (27), fazendo com que o as labaredas se espalhassem e atingissem diversas residências e estabelecimentos comerciais.

Da Redação

27 de Fevereiro de 2010 às 21:42

Foto: Divulgação

O incêndio começou por volta das 20h00 no prédio onde funciona a Fármacia Popular do Brasil, localizada na ru Joaquim Nabuco com a rua D. Pedro II, região central da capital.

O fogo se alastrou devido os fortes ventos que sopravam na noite deste sábado (27), fazendo com que o as labaredas se espalhassem e atingissem diversas residências e estabelecimentos comerciais que ficam em torno do perímetro.Todo o trecho - rua Joaquim Nabuco c/ avenida Carlos Gomes e rua D. Pedro II c\ a rua Marechal Deodoro - foi parcialmente bloqueado por policiais militares e bombeiros que lutaram para evitar que um desastre maior acontecesse em toda região, que tem na vizinhança ainda um posto de combustível e depósitos.

A rede de energia elétrica foi desligada no local e a escuridão dificultou o trabalho dos bombeiros que só conseguiram controlar as chamas pouco antes das 23h00 - quando então entraram no processo de "rescaldo". De acordo com informações extra-oficiais do local foram utilizados na situação cerca de 60 bombeiros, 3 caminhões da corporação e o auxílio de dois caminhões-pipas que foram designadas pelo Governo para prestar suporte no incêndio. Um grande número de pessoas e curiosos acompanharam todo o serviço dos bombeiros e alguns voluntários auxiliaram no que podiam para debelar o fogo.

A Defesa Civil acompanhou o trabalho do Corpo de Bombeiros e até o momento do fechamento da reportagem ninguém soube explicar como iniciou o incêndio. Ainda neste domingo (28) tanto a Defesa Civil como a perícia técnica devem apurar o que de fato ocorreu e vistoriar os prédios atingidos pelas chamas para conferir estrutura e condições.

 FOTOS:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS