ESPAÇO ABERTO: Fome, miséria, temporal com prejuízos e novo aumento na conta de luz

ESPAÇO ABERTO: Fome, miséria, temporal com prejuízos e novo aumento na conta de luz

Foto: Divulgação

NO LIMITE
 
As imagens registradas pelo Rondoniaovivo na sexta-feira (27) mostraram um grande número de pessoas desesperadas juntando tudo que podia de uma carga de óleo de soja tombada na pista. Foi na  Rua da Beira, próximo à Avenida Mamoré, em Porto Velho.
 
ACIDENTE
 
O motorista teria se distraído e feito uma manobra brusca, que acabou fazendo com que a carreta bitrem tombasse. Toneladas de caixas de óleo caíram no asfalto.
 
RAPIDEZ
 
Em questão de minutos, populares foram chegando no local e rapidamente começaram a saquear a carga, mesmo na presença da PRF. 
 
CRIME
 
O ato praticado pela população é crime previsto no art. 169 do Código Penal e o infrator pode cumprir pena de um mês a um ano de prisão ou pagamento de multa. 
 
CRIME 2
 
Mesmo sendo saque de carga de caminhão tombado, a carga, até mesmo não tendo seguro, continua tendo dono.
 
SITUAÇÃO
 
Embora tenha ocorrido um crime previsto em Lei, é importante destacar a situação em se encontra a população. Roubo ou furto, qualquer que seja, são crimes, porém, alimento virou artigo de luxo.
 
ALEGRIA
 
As pessoas gritavam  e comemoravam o recolhimento do produto. E não é por menos, cada caixa saqueada continha 12 unidades de 900ml de óleo de soja.
 
PESQUISA
 
Analisando os preços dos produtos nos supermercados e atacadistas de Porto Velho, o preço médio de uma unidade de óleo de soja é R$ 8,42.
 
PESQUISA 2
 
Isso significa que cada caixa com 12 unidades custa em média R$ 101, 04 centavos. Quase 10% do valor do salário mínimo. Se for levado em conta o uso semanal de duas latas de óleo, os saqueadores abasteceram suas prateleiras com óleo para um mês e meio.
 
OPINIÃO
 
É claro que a população está errada ao fazer o que fez, como também é até compreensível ouvir alguém argumentar que não há dinheiro sobrando mais nem para o “rancho” do mês.
 
OPINIÃO 2
 
A questão é que não se pode fazer de um erro a justificativa para outro. Além disso, não é só a comida que está estrangulando o bolso da população.
 
VÁRIOS
 
Gasolina, gás de cozinha e carne aumentam direto. Esses são só referências, pois quem faz mercado pelo menos a cada 15 dias, sabe que todos os produtos, sem exceção, tem o valor alterado para mais.
 
MAIS UM
 
O anúncio mais recente de aumento é o da energia. O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou em audiência pública no Senado que a taxa extra na conta de luz, cobrada por meio das bandeiras tarifárias, deverá aumentar novamente em razão da crise hídrica.
 
LOGO
 
A  bandeira na cor vermelha deverá sofrer novo reajuste essa semana, durante reunião da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
 
AJUDA
 
Guedes disse que vai pedir aos governadores para não subir automaticamente [o ICMS da energia elétrica], pois os estados acabam faturando em cima da crise.
 
CULPA
 
O mais curioso nisso, é de que a crise hídrica foi produzida ao longo dos últimos 10, 15 anos, afirmou Guedes durante evento virtual promovido por uma corretora de investimentos. 
 
SOLUÇÃO
 
Então o governo sabia do problema e resolveu deixar a solução para um próximo eventual mandato. É isso? Vamos nos preparar pois o show de horrores e promessa absurdas em breve estarão por ai.
 
 
 
 
CHUVA
 
Semana passada escrevi sobre a chegada da chuva. Ela veio na tarde deste domingo, infelizmente em forma de temporal que acabou causando alguns prejuízos. Dois automóveis que estavam estacionados na Rua Brasília, bairro Mato Grosso, foram danificados.
 
CANCELADO
 
O forte temporal atingiu vários pontos da capital. A vacinação contra a Covid-19 que iria ocorrer no Espaço Alternativo, na tarde de ontem, teve de ser cancelada. As tendas foram derrubadas pelo vento.
 
AVISO 
 
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa), as pessoas que retiraram as senhas para receber o imunizante poderão comparecer na faculdade São Lucas, Campos II, nesta segunda-feira (30), que terão prioridade. Excepcionalmente nesta segunda, o horário de atendimento no local será estendido até às 18h.
 
PREFEITO
 
Em suas redes sociais, o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, informou que, intensificando as ações de imunização, na próxima quarta-feira (1), será realizado um novo drive-thru para atender a demanda da população que precisa da aplicação de primeira e segunda dose.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS