ELEIÇÃO: Apoiadores de Jaime Bagattoli apontam interferência de pesquisas em RO

Empresário contrariou pesquisas em 2018 com votação significativa

ELEIÇÃO: Apoiadores de Jaime Bagattoli apontam interferência de pesquisas em RO

Foto: Divulgação

 

Quatro anos depois o cenário se repete. Pesquisas de intenção de voto voltam a interferir na escolha para senador em Rondônia. O prejudicado, mais uma vez, é o candidato Jaime Bagattoli que esse ano disputa o mesmo cargo agora pelo Partido Liberal (PL), do Presidente Jair Bolsonaro.
 
Em 2018, o extinto Ibope divulgou uma pesquisa de intenção de voto para Senador em Rondônia, dois dias antes do domingo de votação. Nela, Jaime, no então PSL (mesma sigla de Jair Bolsonaro), aparecia apenas na 7ª posição entre os 13 candidatos que disputavam
as duas vagas para o cargo naquele ano.
 
O instituto apontava que Jaime tinha, apenas, 5% das intenções de votos, com uma margem de erro de três pontos percentuais.
 
Ao fim da apuração dos votos, o resultado para a disputa ao Senado em Rondônia desacreditou a pesquisa, com Jaime alcançando o 3º lugar (15%) com mais de 212 mil votos. Pouco mais de 18 mil votos impediram o empresário de conquistar a segunda vaga
naquele ano.
 
Agora, em 2022, pesquisas seguidas do Ipec (antigo Ibope) apontam Jaime Bagattoli na 5ª posição entre os sete candidatos ao Senado e com apenas 7% das intenções de voto. Esse ano apenas uma vaga está em jogo.
 
“Nós questionamos as pesquisas desses institutos porque elas têm grande impacto na escolha do eleitor, principalmente para um cargo legislativo com o de senador. Acreditamos que os eleitores são condicionados a uma espécie de voto útil com esse tipo de pesquisa, colocando em xeque toda uma campanha limpa e com altas chances de vitória”, defende Jaime.
 
Já o empresário Clevalmir Ghisi, apoiador de Jaime, recorre a contas básicas para afirmar que as pesquisas são falhas e podem prejudicar o candidato. Ele faz referência a outra divulgação de intenção de voto para o Senado em Rondônia, desta vez do Instituto Real
Time Big Data, divulgada esse mês.
 
“Suponhamos que dos mais de 1,1 milhão de eleitores em Rondônia, 100 mil deixem de votar. A pesquisa diz que Jaime faria apenas 70 mil votos com esses 7%, mas ele já vai sair com mais de 70 mil votos só do Cone Sul”, afirma.
Direito ao esquecimento

Você já decidiu em quem votar para deputado(a) estadual, federal, senador(a) e presidente?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Clinica Maestria LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS