AÇÃO: 'Vou fazer por RO em quatro anos, o que não fizeram em 12 anos', diz Cassol

No primeiro dia da campanha ao Governo, Cassol concedeu entrevistas em Porto Velho

AÇÃO: 'Vou fazer por RO em quatro anos, o que não fizeram em 12 anos', diz Cassol

Foto: Divulgação

 
No primeiro dia de campanha eleitoral, o candidato ao Governo, Ivo Cassol concedeu entrevistas nas Rádios Rondônia e Boas Novas e nos sites Rondoniaovivo e News Rondônia, na última terça-feira (16), em Porto Velho. Ele falou dos desafios, das suas propostas e assegurou que a sua candidatura está firme, enaltecendo ainda a sua experiência como gestor público.
 
"Estou muito motivado, muito mais preparado e mais maduro, com experiência de oito anos como senador e de oito anos como governador, quero e vou contribuir para Rondônia ainda mais. O que não fizeram em 12 anos, desde que deixamos o Governo, quero fazer em quatro anos", afirmou Cassol.
 
Para o candidato, "no meu primeiro mandato, assumi um Governo com muitas dificuldades, sem maquinários, com servidores demitidos, sem capacidade de investimento e com muitas forças políticas contrárias, que muito nos atrapalharam. Mas, mesmo com todas as dificuldades, fizemos muito asfalto novo - sem endividar o Estado -, readmitimos os servidores, apoiamos os produtores rurais com sementes e horas máquinas, equilibramos as finanças e fizemos muitas outras obras e ações".
 
 
 
 
Segundo ele, "hoje, com a minha experiência, com a mina vontade de trabalhar, com o apoio da nossa senadora Jaqueline Cassol em Brasília, vamos poder fazer muito mais por Rondônia".
 
Ao falar sobre ter decidido se candidatar novamente ao Governo, Ivo Cassol ponderou que "não é buscar o poder. Poder É vir, estar com amigos, com a família e desfrutar dos bons momentos. Eu estou com 63 anos, ainda jogo uma bola, gosto de pescar, ajudo a tocar as empresas com meus filhos e aproveito meus oito netos. Eu estava na mordomia, viajando, curtindo a família e decidi entrar na disputa e esse tempo vai praticamente acabar. Mas, como essa minha bagagem, vou ficar apenas pescando? Posso fazer mais, posso trabalhar mais por Rondônia e quero deixar um legado para meus filhos e netos".
 
Candidatura
 
Ivo Cassol assegurou que a sua candidatura segue firme, embora os adversários insistam em tentar desacreditar ao eleitorado, espalhando boatos acerca de seu registro eleitoral.
 
"Solicitamos a revisão criminal no nosso processo e o ministro do STF, Nunes Marques, concedeu uma liminar que autoriza o registro da nossa candidatura. Houve um pedido de vista, do ministro Alexandre de Moraes, mas a liminar segue em vigor e a nossa campanha está firme".
 
 
 
Direito ao esquecimento

Você acredita que o Brasil pode ser campeão da Copa do Mundo do Catar, que será realizada esse ano?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Sindetran RO

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS