BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

SEM EXCESSOS: Vinicius Miguel faz campanha modesta e conta com o apoio de voluntários

Entre os que concorrem à Prefeitura de Porto Velho, segundo o TSE, ele já teve despesas de R$ 73.600,00, enquanto o atual prefeito e o que mais gastou, com R$ 394.064,13

ASSESSORIA

28 de Outubro de 2020 às 09:15

Foto: Divulgação

O site Divulgacontas, do Tribunal Superior Eleitoral, permite a qualquer cidadão acessar as informações financeiras ou pessoais sobre os candidatos que estão na corrida eleitoral de 2020 em todo o Brasil.
 
Para os que estão concorrendo à Prefeitura de Porto Velho, já é possível saber que são os prefeitáveis que mais contraíram despesas, segundo o site da Justiça Eleitoral. O que se percebe é que entre os que mais contraíram despesas, quem está na frente é o prefeito Hildon Chaves(PSDB), com R$ 394.064,13; seguido de Lindomar Garçon(Republicanos), com R$ 276.177,40; Williames Pimentel(MDB), com R$ 267.784,50; Breno Mendes(Avante), R$ 264.196,68; e Eyder Brasil(PSL), com R$ 228.241,15. 
 
Nesta lista dos que mais gastam nessa campanha, a candidatura de Vinicius Miguel (Cidadania), chama a atenção pelo baixo custo até o momento. Segundo o TSE, ele já contraiu em despesas R$ 73.600,00.
 
Para ele, isso demostra, acima de tudo, responsabilidade com os gastos, que é o de não fazer dívidas sem ter condições. “Esse cuidado sempre tive em minha vida. Nossa campanha é modesta, realistas e sem ostentação. Muitos estão conosco voluntariamente. É com esse rigor com os recursos que disponho, que pretendo levar para o comando da Prefeitura de Porto Velho. Evitaremos desperdícios e gastaremos onde, de fato, é necessário investirmos”, declarou. 
 
A campanha franciscana e pé-no-chão de Vinicius Miguel (Cidadania) ao que parece está sendo percebida pela população da capital. Prova disso, é a última pesquisa do IBOPE que o colocou em 2º lugar na disputa, atrás do atual prefeito Hildon Chaves.
 
Texto: Da assessoria
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS