CRIANÇAS: Aulas de ballet ajudam no desenvolvimento de alunos em Porto Velho

A professora Missilene afirma que o ballet é muito importante não apenas como dança, mas também para o desenvolvimento físico, emocional, da memória e para a personalidade das crianças e adolescentes

CRIANÇAS: Aulas de ballet ajudam no desenvolvimento de alunos em Porto Velho

Foto: Divulgação

As aulas de ballet envolvem 167 crianças e adolescentes no Centro de Artes e Esportes Unificados, conhecido como Praça CEU, na zona Leste de Porto Velho. Com idade entre 7 e 15 anos, as alunas participam do projeto e estão muito empolgadas. As aulas acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, pela manhã e à tarde.

 

“Nós estamos trabalhando com aulas básicas de iniciação do ballet clássico. As aulas são divididas em barra, centro e diagonais, junto com uma dinâmica um pouco lúdica, devido as crianças estarem iniciando nesse tipo de dança. Esses são os primeiros movimentos, já trazendo um pouco de técnica para elas”, explicou a professora Missilene Félix.

 

Cada aula começa com um aquecimento físico já voltado para a dança e alongamento. Nesse momento, a professora faz o que ela chama de estiramento dos músculos e dos ossos para ajustar a postura das alunas. “Depois a gente começa a desenvolver a prática da dança”, completou.

 

Missilene afirma que o ballet é muito importante não apenas como dança, mas também para o desenvolvimento físico, emocional, da memória e para a personalidade das crianças e adolescentes. O ballet também trabalha muito a postura corporal e a disciplina. “São práticas que elas vão levar para a vida inteira”.

 

De acordo com a professora, devido a interação com as outras crianças, as alunas também vão perdendo a timidez e, com isso, conseguem se expressar melhor durante as aulas e no dia a dia com os familiares e com outras pessoas.

 

“Esperamos que todas elas aproveitem bem essa oportunidade que a Prefeitura de Porto Velho está oferecendo, especialmente as mais carentes, cujos pais não têm condições de pagar uma escola particular de ballet. Nosso projeto aqui é de quatro anos para cada turma, mas nossa meta é que elas possam avançar cada vez mais e possam ser inseridas na Escola de Ballet Bolshoi”, comentou a professora.


Conforme a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur), a previsão para início de novas turmas é a partir de janeiro do próximo ano.

 

ALEGRIA

 

Avó de uma menina de 7 anos que estuda ballet na Praça CEU, a dona de casa Júlia Ferreira da Silva, que mora na zona Leste há mais de 20 anos, está orgulhosa do desenvolvimento e da motivação da neta, para quem a dança está fazendo muito bem.

 

“Ela está gostando muito das aulas, está muito alegre. Quando chega a hora de vir para o ballet, ela quer chegar logo. As aulas fazem muito bem para a minha neta, porque ela fica mais alegre e mais motivada. Estou muito feliz por ela e agradeço a Prefeitura por esse projeto tão importante para essas crianças”, declarou.

Direito ao esquecimento

Qual você acha que será o resultado do jogo entre Brasil e Croácia na sexta-feira (09)?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

R Q Passos LTDA

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS