ANIMAÇÃO: Estreia primeiro longa solo de uma mulher na Pixar, “Red: Crescer é Uma Fera”

O longa estreou nesta sexta-feira na Disney+

Um marco do cinema de animação faz sua estreia mundial direta e exclusivamente no Disney+ nesta sexta-feira (11). Trata-se de Red: Crescer É uma Fera, de Domee Shi, o primeiro longa-metragem dos estúdios Pixar a ser dirigido exclusivamente por uma mulher.
 
 
 
Antes, o único filme da Pixar (hoje propriedade da Disney) com direção de uma mulher fora Valente (2012). No entanto, a diretora Brenda Chapman foi substituída pelo estúdio quando o projeto já estava em pleno andamento, e ela teve de dividir o crédito com Mark Andrews.
 
 
De acordo com levantamento do jornal americano The New York Times, além de homens terem dirigido 23 dos 24 longas-metragens da Pixar, eles também representam 50 dos 59 roteiristas do estúdio. Além disso, 20 dos 24 longas são protagonizados por personagens masculinos.
 
 
Red: Crescer É uma Fera marca uma mudança nestes quesitos: além de dirigir o filme, Shi divide o roteiro com Julia Cho, a partir de uma história Sarah Streicher. A produção também é de uma mulher, Lindsey Collins, e a personagem principal é Mei Lee, uma garota de 13 anos dublada por Rosalie Chiang na versão original.
 
 
A trama de Red gira em torno de conflitos típicos da adolescência. Mas além de lidar com a mãe superprotetora (dublada por Sandra Oh) e as mudanças no corpo, Mei Lee também sofre de um problema peculiar: quando suas emoções fogem ao controle, ela se transforma em um panda vermelho e gigante.
 
 
 
Este também é o primeiro longa-metragem de Domee Shi, que entrou para a Pixar como estagiária e foi contratada para integrar a equipe de Divertida Mente (2015). Depois de trabalhar em O Bom Dinossauro (2015) e Os Incríveis 2, em 2018 ela já fez história como a primeira mulher a dirigir um curta-metragem do estúdio – no caso, Bao, que foi premiado com o Oscar.
 
 
Bao foi livremente inspirado em experiências da diretora, que é filha única de pais chineses que imigraram para o Canadá. Com oito minutos de duração, o filme conta a história de uma mulher chinesa que sofre com o chamado “ninho vazio”. Quando um de seus dumplings cria vida, ela ganha uma segunda chance de viver a maternidade, mas também precisa aprender que nada fica “pequeno e bonitinho” para sempre.
 
 
De acordo com a Pixar, a decisão de lançar Red: Crescer É uma Fera diretamente no streaming se deveu à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).
Direito ao esquecimento

Você acredita que a gestão da Segurança Pública (Sesdec) em RO está sendo competente no combate ao crime no estado?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS