PATROCÍNIO: Investimento cultural da Petrobrás em 2020 é o pior dos últimos 15 anos

Os patrocínios culturais da estatal caíram de R$ 289 milhões, em 2006, para apenas R$ 18 milhões no ano passado

 PATROCÍNIO:  Investimento cultural da Petrobrás em 2020 é o pior dos últimos 15 anos

Foto: Divulgação

Em 2020, os investimentos da Petrobrás na área de arte e cultura foram os mais baixos dos últimos 15 anos. Os patrocínios culturais da estatal caíram de R$ 289 milhões, em 2006, para apenas R$ 18 milhões no ano passado. O levantamento é do Instituto Latinoamericano de Estudos Socioeconômicos (Ilaese) e aponta ainda uma redução no aporte financeiro da empresa ao setor de pesquisa e desenvolvimento tecnológico. 
 
A análise dos investimentos em cultura é fundamentada em dados apresentados no Balanço Social da Petrobrás, que envolve a participação da estatal em todos os tipos de patrocínios culturais, e traça o percentual da receita líquida que a empresa tem aplicado nesse setor. Em 2006, o valor investido representava 0,24% da receita líquida da estatal, porcentagem que foi reduzida a 0,007% em 2020. 
 
“Essa queda no índice é o resultado do projeto de longo prazo que abriu o capital da Petrobrás, vendeu paulatinamente suas ações ao capital privado e, mais recentemente, vem colocando em leilão cada uma de suas partes”, afirma Gustavo Machado, pesquisador do Ilaese. 
Direito ao esquecimento

Em qual supermercado você prefere fazer suas compras?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública.

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS