MÁRIOS FRIAS: Secretário especial de Cultura trabalha para derrubar PL Paulo Gustavo

O projeto de lei prevê injetar R$ 4,3 bilhões na cultura

MÁRIOS FRIAS: Secretário especial de Cultura trabalha para derrubar PL Paulo Gustavo

Foto: Divulgação

O secretário especial de Cultura Mario Frias voltou a criticar o projeto de lei Paulo Gustavo, que prevê injetar R$ 4,3 bilhões do orçamento do governo nos setores cultural e audiovisual, e afirmou que se a lei for aprovada "o governo vai virar um caixa eletrônico compulsório".

 

De autoria do senador Paulo Rocha (PT-PA), o projeto deve ir para votação no Senado e pretende destravar parte dos recursos do Fundo Nacional da Cultura e do Fundo Setorial do Audiovisual. No entanto, o PL enfrenta resistência do secretário que, em entrevista ao programa "Opinião no Ar", da RedeTV!, afirmou ser contra a medida.

 

Para Mario Frios, a lei que leva o nome do ator Paulo Gustavo, morto em maio deste ano, é uma "alternativa para continuar usando dinheiro público sem nenhum tipo de critério ou desenvolvimento de política pública", e que irá "transformar o governo em um caixa eletrônico compulsório", além de servir como "palanque político ideológico".

 

Mario Frias completou um ano no comando da secretaria de Cultura ontem e, em sua avaliação, ele destacou que sua gestão está "preocupada em descentralizar os recursos", e que a aprovação da lei Paulo Gustavo inviabilizaria a participação da pasta na definição da política pública.

 

Fonte: Uol

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS