BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

PRATA DA CASA: Sandro Bacelar realiza live para lançar EP

Sandro Bacelar, nascido na Amazônia e residente no eixo São Paulo-Porto Velho, iniciou carreira artística há 38 anos

Assessoria

19 de Fevereiro de 2021 às 15:03

Atualizada em : 21 de Fevereiro de 2021 às 10:55

Foto: Divulgação

O músico Sandro Bacelar realizará a live de lançamento do "EP 4 Estações”, nos dias 22 e 23 de fevereiro, direto da casa de shows ‘A Firma’ (Ubatuba/SP) - sem público devido à pandemia, através dos canais oficias: www.youtube.com/sandrobacelaroficia  e www.facebook.com/sandro.bacelar.71 
 
 
Contemplado no edital Mary Cyane, da Lei Aldir Blanc, gerenciado pela Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer do Estado de Rondônia (Sejucel), Sandro promove a live de lançamento do EP 4 Estações, que tem duração de 1 hora. 
 
 
O artista estará acompanhado por uma banda firmada com quatro músicos. Durante o show ao vivo, músicas do antigo álbum também serão cantadas.
 
Release
 
Sandro Bacelar, nascido na Amazônia e residente no eixo São Paulo-Porto Velho, iniciou carreira artística há 38 anos, onde desenvolve a música como arte genuína de valor às culturas dessa Terra.
 
 
O EP “Quatro Estações” está em lançamento, com quatro canções, de autoria do artista com parceiros como o Pirarublue e Binho (Rondônia). Com traços das estações características dos lugares por onde Sandro passou, cada música conta um pouco da Primavera, Verão, Outono e Inverno, embaladas por ritmos da música popular brasileira.
 
 
 
 
O primeiro single ‘Primaverando’, é uma composição com origem em Campos do Jordão (Sudeste do Brasil) e fala das flores que despertam a vida. O diferencial nessa canção com ritmo de balada são as incidentais de “As quatro estações”, de Vivaldi, e “De manhã”, do Pirarublue.
 
 
‘Inverno Inverso’ e ‘Verão’ são composições do Binho, música da Amazônia que apresenta a peculiaridade do Verão e Inverno Amazônico, que são predominantemente chuvosos. A primeira um baião e a segunda um pop rock que forma o diferencial do trabalho do artista.
 
 
Já ‘Arco D’outono’ foi composta no litoral norte da Itália (Europa), durante a estação que inspirou o nome da música, e canta, em ritmo de balada, indagações a respeito do “Arco D’augusto”. A música tem um quê de espiritualidade com questionamento sobre quem construiu o monumento, hoje com 2.039 anos.
 
Ficha técnica:
 
Gravado no Isla Music
 
 
Produção musical, guitarra, contrabaixo, violões e vocais: Roger Isla
 
 
Flauta, trombone de vara e trompete: Daniel Costa
 
 
Acordeão e Teclado: Chico Chagas
 
 
Violão e Voz: Sandro Bacelar
 
 
Vocais: Rafael Marques e Ian Santos
 
 
Masterização: Ricardo Cecchi (Estúdio Masterização Online)
 
 
Produção artística: Tangará Música
 
 
Design: Marcus Vinícius Matos
 
 
Assessoria de imprensa: Gaia Bentes
 
 
EP distribuído pela Tratore, disponível em todas as plataformas digitais.
 
 
Contato: (12) 98215-4446 / tangaramusica@gmail.com
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS