AUSÊNCIA: Concurseiros que não votaram nas eleições 2022 têm 60 dias para justificar

Prazo para justificar a ausência é de 60 dias após as eleições, por meio da sessão eleitoral no dia da votação ou do aplicativo e-Título

AUSÊNCIA: Concurseiros que não votaram nas eleições 2022 têm 60 dias para justificar

Foto: Divulgação

 

No último domingo (2/10) aconteceu o 1º turno das eleições 2022, onde eleitores votaram em cinco cargos eletivos: deputado federal, deputado estadual ou distrital, senador, governador e presidente.
 
Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que o percentual de eleitores que absteve seu voto chega a  20,9%, ou seja, mais de 32 milhões de eleitores que estavam aptos não compareceram às urnas no último domingo.
 
A abstenção tem aumentado desde 2006. À época, o índice foi de 16,8% de abstenção. Em 2010, o índice cresceu 1,3%- 18,1%. Já em 2012, aumentou 19,4%. E nas eleições presidenciais passadas, em 2018, chegou 20,3%.
 
É válido frisar que em concursos públicos é requisitado que o candidato esteja  “quite com as obrigações eleitorais”. Este requisito é exigido o ato da inscrição do certame.
 
Cabe lembrar também que o voto é obrigatório para cidadãos alfabetizadas entre 18 e 70 anos e prazo para justificar a ausência é de 60 dias após as eleições, por meio da sessão eleitoral no dia da votação ou do aplicativo e-Título.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

E M M M de Barros

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS