BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

CENSO: IBGE reabre prazo para candidatos garantirem reembolso da inscrição

A devolução será feita por ordem bancária associada ao nome e ao CPF do candidato

CORREIO WEB

08 de Outubro de 2020 às 15:28

Atualizada em : 09 de Outubro de 2020 às 09:03

Foto: Divulgação

 

CORREIO WEB - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou nesta quarta-feira (7/10) que os candidatos inscritos no processo seletivo simplificado para o Censo 2020 que ainda não solicitaram ou não receberam a devolução do valor da taxa de inscrição deverão comparecer a uma agência do Banco do Brasil, entre os dias 26 e 30 de outubro, para sacar o valor correspondente.

 
 
De acordo com o Instituto,somente o próprio candidato pode sacar o valor, mediante a apresentação de documento oficial. Isso porque a devolução será feita por ordem bancária associada ao nome e ao CPF de cada um. Cerca de 40 mil pessoas não resgataram os valores na primeira etapa de restituição.
 
O valor poderá ser sacado em qualquer agência do Banco do Brasil, exceto nas agências Estilo do Banco do Brasil. As ordens bancárias ficarão disponíveis para saque durante cinco dias úteis (de 26 a 30 de outubro). Caso não sejam sacadas nesse período, retornarão ao IBGE, ficando indisponíveis para saque até que os valores sejam reprocessados. 
 
O IBGE também informou que os canais de atendimento, através do telefone 0800 721 8181 e do e-mail ibge@ibge.gov.br, continuam à disposição dos interessados para mais informações e esclarecimentos.
 
Censo 2020 foi cancelado em maio
 
O processo seletivo simplificado para as funções de agente censitário municipal (ACM), agente censitário supervisor (ACS) e recenseador foi cancelado em março, devido à pandemia de Covid-19.
 
Desde o dia 12 de maio, começaram a ser restituídos R$ 2.823.775,95 referentes a 100.735 inscrições pagas. As taxas foram de R$ 35,80 para concorrer a funções de nível médio (ACM e ACS) e de R$ 23,61 para disputar as vagas de ensino fundamental (recenseador).
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS