VAMOS CONVERSAR?: Será que Halls preto ajuda mulheres atingirem 0rg@smo? – Por Marcela Bomfim

Língua quente misturada com a bala fria/menta gera uma troca de calor nas partes intimas que faz ir ao céu e voltar

VAMOS CONVERSAR?: Será que Halls preto ajuda mulheres atingirem 0rg@smo? – Por Marcela Bomfim

Foto: Ilustrativa

Olá, leitoras e leitores! Esta coluna vem sendo muito comentada, sobre os assuntos aqui descritos. Há aqueles que condenam, mas tem os que amam, então resolvi dar ênfase aos que amam.
 
O artigo acaba virando um dos temas comentados nas rodinhas de mulheres, principalmente com minhas amigas. E a pergunta mais frequente entre a nossa turma é sobre a utilização dessas balas refrescantes para fazer sexo oral no parceiro. E se isso é bom para os homens?
 
Em meio às diversas práticas e acessórios que podem surgir na esfera íntima de casais, o Halls Preto tornou-se um tema de especulação e curiosidade. Algumas fontes afirmam que o mentol presente nas balas pode intensificar experiências durante a intimidade, enquanto outros consideram essa ideia apenas um mito urbano.
 
Mesmo que ainda não exista nenhuma comprovação científica, supostamente o efeito refrescante dessa bala facilita o orgasmo.
 
É essencial que qualquer experimentação na vida sexual seja realizada com consentimento mútuo, comunicação aberta e respeito pelos limites e conforto de ambas as partes envolvidas. 
 
Além disso, é sempre aconselhável buscar orientação médica antes de introduzir qualquer substância desconhecida na intimidade, a fim de evitar possíveis complicações.
 
Por isso, é comum que as pessoas comecem a buscar alternativas para apimentar a relação. O uso da bala refrescante para o sexo oral já é antigo, mas muitas mulheres nunca experimentaram por vergonha de propor, por medo ou por falta de oportunidade.
 
Mas, se você quer sensações novas, esta pode causar uma espécie de esfriamento. O efeito é prazeroso para a mulher e para o homem, pois causa prazer e bem-estar.
 
Em alguns casos, pode gerar estranhamento no início, mas, conforme rola, você vai gostando, pois deixa o órgão genital mais sensível e causa aquela sensação de frescor. A língua quente misturada com a bala fria gera uma troca de calor na genitália que faz ir ao céu e voltar.
 
A bala entra antes de o sexo começar, quando o clima estiver esquentando ou durante as preliminares, mas de forma nenhuma, junto com o pênis! Isso pode fazer com que a pessoa engula a bala e se engasgue ou até deixe cair durante a transa, acabando com o clima.
 
Durante a relação sexual o corpo inteiro é alterado e o frescor da bala pode impulsionar algumas sensações. Após a excitação, há aumento da circulação sanguínea e da vasodilatação na região pélvica e surge a lubrificação vaginal. Com isso, o local fica mais sensível e quanto mais estímulo tiver, maior será o prazer. 
 
O frescor da bala, em algumas pessoas, amplia a sensibilidade tanto da língua quanto da região íntima, o que costuma ser bastante prazeroso. Mas é importante se atentar se o uso de halls preto causa alguma reação adversa após o sexo.
 
Especialistas em saúde alertam que o mentol pode causar sensações de queimação ou desconforto em áreas sensíveis, e seu uso não é recomendado sem considerar as possíveis reações alérgicas.
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Cleiton Cheregatto em Novo Horizonte do Oeste?
Quem é mais culpado pelas enchentes em Porto Velho?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS