RORAIMA: TRE cassa mandato do governador e determina novas eleições

O governador Antonio Denarium (PP) foi condenado, por maioria dos votos no TRE-RR, por distribuir cestas básicas durante as eleições de 2022

RORAIMA: TRE cassa mandato do governador e determina novas eleições

Foto: Divulgação

O Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) cassou, com quatro votos a favor e dois contra, o mandato do governador Antonio Denarium (PP), nesta segunda-feira (14). O chefe do Executivo estadual foi punido por distribuir cestas básicas no período eleitoral de 2022.

 

No fim da manhã, a presidente do TRE-RR, desembargadora Elaine Bianch, proclamou o resultado do julgamento pela cassação do mandato do governador e a realização de novas eleições no estado.
 
 
Por maioria, o TRE-RR julgou procedente o pedido do Avante, que apontou uso de “programas sociais destinados a pessoas carentes com intuito eleitoreiro”. Segundo o partido, o governo estadual ampliou o programa para captar votos durante as eleições de 2022.
 
 
O Ministério Público Eleitoral afirmou que o governador uniu os programas Renda Cidadã e Cesta da Família para criar o Cesta da Família. O número de beneficiários passou de 10 mil para 50 mil “sem alterações substanciais no seu objeto, justificativa ou requisitos”, de acordo com o MP.
 
 
O MP apontou que houve aumento nos gastos com o programa assistencial durante o período eleitoral, em relação aos anos anteriores.
 
 
“De fato, mesmo durante a pandemia de Covid-19, nos anos de 2020 e 2021, a Secretaria de Estado do Trabalho e Bem Estar Social de Roraima teria gastado apenas metade dos recursos que tem dispendido no ano de 2022 na rubrica de ‘Fortalecimento da política de Segurança Alimentar e Nutricional’, onde se insere o Programa “Cesta da Família'”, diz trecho do parecer do MPE.
 
 
A Lei das Eleições proíbe a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte do governo. “O objetivo da norma é manter o equilíbrio do pleito e evitar o uso promocional da distribuição em favor de determinado candidato, ainda que esta última circunstância seja prescindível para a configuração da conduta vedada”, pontuou o MP.
 
 
Cabe recurso contra a decisão do TRE-RR.
 
 
O que diz Denarium
 
O governador Antonio Denarium disse, em nota, que está “com a consciência tranquila de que fiz o correto pelo bem do nosso povo”. “As ações realizadas pelo nosso governo sempre tiveram objetivo de ajudar quem mais precisa”, afirmou.
 
 
“Sigo no exercício do cargo e confio que as instâncias superiores eleitorais irão estabelecer a verdade”, declarou.
Direito ao esquecimento
Como você classifica a gestão de Cleiton Cheregatto em Novo Horizonte do Oeste?
Professores e policiais militares devem ter direito à isenção de IPVA?

* O resultado da enquete não tem caráter científico, é apenas uma pesquisa de opinião pública!

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

CLASSIFICADOS veja mais

EMPREGOS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

DESTAQUES EMPRESARIAIS

EVENTOS