'RESISTÊNCIA': Cadela adotada por Lula e Janja vai morar no Palácio da Alvorada

Resistência foi resgatada por Janja em frente à carceragem da Polícia Federal em Curitiba em 2019, enquanto o presidente eleito Lula ainda estava preso

'RESISTÊNCIA': Cadela adotada por Lula e Janja vai morar no Palácio da Alvorada

Foto: Divulgação

 

A cadela Resistência, adotada pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva e pela socióloga e futura primeira-dama Janja, vai morar no Palácio do Alvorada a partir de janeiro de 2023. As informações são do jornal Extra. A cachorrinha se tornou mascote do acampamento Lula Livre, que ficava em frente à carceragem da Polícia Federal enquanto Lula estava preso.

Janja resgatou Resistência no final de 2019. "De residência fixa na barraca dos Metalúrgicos do ABC, Resistência foi caindo nas graças de toda a Vigília. Sem saber quantos dias permaneceriam ali, decidiram o futuro da pequena mascote. Ela voltaria com Lula livre para São Bernardo do Campo. Abrigada por uma bandeirinha do PT, a cachorrinha comunitária passeava por todo acampamento", relatou Lula no Facebook em 2019.

 

"Essa cachorrinha faz parte da família agora. Ela ficou 580 dias lá na Vigília, em Curitiba, sofrendo, dormindo no frio, passando necessidade. Depois a Janja levou ela para casa, cuidou dela. Agora ela está aqui comigo. O nome dela é Resistência", escreveu, em abril de 2020, o presidente eleito.

 

A cadela também virou mascote na pauta de defesa dos direitos animais. Em março deste ano, Lula e Janja participaram de uma reunião com entidades e ativistas no Dia Nacional dos Direitos Animais. Na ocasião, Resistência recebeu o certificado de “Embaixadora Canina de Adoção Animal”.

Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

E M M M de Barros

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS