VIOLÊNCIA: Cantor suspeito de atirar três vezes e matar delegado é metralhado em ambulância

Polícia investiga relação dos assassinatos

VIOLÊNCIA: Cantor suspeito de atirar três vezes e matar delegado é metralhado em ambulância

Foto: Divulgação

 

Um cantor foi metralhado dentro de uma ambulância em Caruaru, Pernambuco. José Carlos Santana, de 43 anos, era suspeito de atirar três vezes e matar o delegado Anderson Liberato, no último sábado (17), quando cumpria um mandado de prisão contra o cantor na cidade vizinha de Jataúba. A mulher de José Carlos também era alvo do mandado.
 
 
O suspeito estava escondido no banheiro quando baleou a vítima, que foi atingida na clavícula e dois na perna. O delegado não resistiu aos ferimentos.
 
 
O cantor também foi atingido, no ombro, na troca de tiros. Quando estava indo para o hospital, a ambulância foi interceptada na BR-104 por homens fortemente armados.
 
 
A equipe médica não sofreu ferimentos durante o ataque, pois os criminosos pediram para que saíssem do veículo e dispararam três vezes na cabeça da segunda vítima.
 
 
Agora, a polícia investiga se o segundo crime tem relação com o assassinato do delegado, que tinha 32 anos.
 
 
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

Por Editoria

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS