MAIS UM: Virginia se torna primeiro estado do sul dos EUA a legalizar a maconha

Vários estados americanos, como Nova York ou Colorado, aprovaram medidas similares

MAIS UM: Virginia se torna primeiro estado do sul dos EUA a legalizar a maconha

Foto: Divulgação

 

Virginia se tornou na última quarta-feira o primeiro estado do sul dos Estados Unidos a aprovar o uso recreativo de pequenas quantidades de maconha. O Senado e a Câmara do estado votaram para permitir a posse de maconha para adultos a partir de 1 de julho, apesar da dura oposição dos legisladores republicanos.
 
 
O governador democrata Ralph Northam afirmou em um comunicado que Virginia "fez história como o primeiro estado do sul a legalizar a posse simples da maconha".
 
 
"As leis sobre maconha foram elaboradas explicitamente para prejudicar as comunidades de cor, e os virginianos negros têm uma probabilidade desproporcional de serem detidos, acusados e condenados", disse.
 
 
"Hoje, a Virginia tomou um passo importante para corrigir estes males e restaurar a justiça aos prejudicados por décadas de sobrecriminalização", completou.
 
 
Vários estados americanos, como Nova York ou Colorado, aprovaram medidas similares, mas a Virginia é o primeiro a fazer isto na região do sul, social e politicamente conservadora.
 
 
As pessoas com mais de 21 anos poderão possuir legalmente até 28,3 gramas de maconha para uso pessoal, assim como o direito de até quatro plantas por residência.
 
 
O consumo de maconha em público não será permitido. As permissões para produzir e vender comercialmente maconha só começarão a ser emitidas em julho de 2024.
 
"A legalização acabará com milhares de infrações menores relacionadas com a maconha que acontecem anualmente (...) finalizando com uma prática discriminatória que com frequência atenta contra virginianos jovens, pobres e de cor", disse Jenn Michelle Pedini, da associação NORML, que defende a legalização da maconha nos Estados Unidos.
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA

ROVIVO TV

DESTAQUES EMPRESARIAIS

PUBLICAÇÕES LEGAIS

COLUNAS