BOLETIM CORONAVÍRUS - CLIQUE AQUI E FIQUE ATUALIZADO

ASSISTA: Angola expulsa pastores da Igreja Universal do Reino de Deus; vídeo

Pastores brasileiros da Igreja Universal do Reino de Deus, ligados ao bispo Edir Macedo, foram expulsos de templos em Angola, na África, diante de anúncio em rede nacional de televisão.

BLOG DO ESMAEL

24 de Junho de 2020 às 15:57

Atualizada em : 24 de Junho de 2020 às 17:08

Pastores brasileiros da Igreja Universal do Reino de Deus, ligados ao bispo Edir Macedo, foram expulsos de templos em Angola, na África, diante de anúncio em rede nacional de televisão.
 
Pastores angolanos assumiram cerca de 85 templos da Igreja no país.
 
Os angolanos acusam o grupo de Edir Macedo de racismo, evasão de divisas, abuso de autoridade, imposição da prática de vasectomia aos pastores, intromissão na vida conjugal dos religiosos, assédio moral e expatriamento ilícito de capital.
 
Edir Macedo perdeu o controle de 35 templos da instituição em Luanda e cerca de 50 em outras províncias do país, como Lunda-Norte, Huambo, Benguela, Malanje e Cafunfo.
 
A Igreja Universal do Reino de Deus de Angola afirmou, por meio de nota, que alguns templos no país foram invadidos “por um grupo de ex-pastores desvinculados da Instituição por práticas e desvio de condutas morais e, em alguns casos, criminosas e contrárias aos princípios cristãos exigidos de um ministro de culto”.
 
O controle da Universal em Angola será assumido a partir de agora, segundo o grupo rebelado, pelo bispo Valente Bezerra Luiz, então vice-presidente da igreja. Os bispos e pastores dissidentes dizem que a igreja no país passará a ser chamada de Igreja Universal de Angola. Afirmam já ter o comando de 42% dos templos.
 
Direito ao esquecimento

MAIS NOTÍCIAS